quarta-feira, 17 de setembro de 2014

NOVOS CDS DE ORAÇÕES MEDITADAS AGOSTO/2014










 div.pombas
b.pisca


TRANSMISSÕES AO VIVO DIRETO DO SANTUÁRIO DAS APARIÇÕES DE JACAREI - SP - BRASIL
Daily Apparitions' broadcast direct from the Apparitions Shrine of Jacareí

De Segunda a Sexta-feira às 21:00h | Aos Sábados, 15:00h | Aos Domingos, 09:00h 
Week days, 09:00 PM | On Saturdays, 03:00 PM | On Sundays, 09:00AM (GMT -02:00)

17 DE SETEMBRO DIA DE SANTA HILDEGARDA VON BIGEN- MEDITEMOS SUA MENSAGEM COMUNICADA NAS APARIÇÕES DE JACAREÍ



17 de setembro - Dia de Santa Hildegarda

Santuário das Aparições de Jacareí, 22 de janeiro de 2012
(video desta Aparição: http://pt.gloria.tv/?media=247718 )

MENSAGEM DE SANTA HILDEGARDA

“Meus amados irmãos! Eu, HILDEGARDA, serva de Deus, de Maria Santíssima, de São José, venho hoje abençoar-vos e dar-vos a Paz. 
Vivei sempre mais no Espírito de Deus, procurando a santidade, procurando mais o que é celeste do que aquilo que é terrestre, para que verdadeiramente em vós cresça o germe da vida verdadeira no Senhor, cresça em vós o amor divino, cresça em vós a santidade, cresça em vós a própria luz da Santíssima Trindade.

Vivei sempre mais no espírito de Deus, procurando fugir de tudo aquilo que é contrário ao Espírito Santo, fugir de tudo aquilo que o contrista, que o magoa, que o ofende e procurando sempre mais aquilo que O agrada, aquilo que Lhe apraz, aquilo que verdadeiramente vos torna dignos templos do Espírito Santo.
Procurai, portanto, as virtudes praticando sempre mais: A FÉ, A ESPERANÇA, A CARIDADE, A JUSTIÇA, A TEMPERANÇA, A FORTALEZA, O AMOR, de forma que vós sejais templos honoríficos do ESPÍRITO SANTO, para que Ele em vós reproduza as obras de graça que produziu em primeiro lugar, na própria SANTÍSSIMA VIRGEM, o Seu maior, mais sublime e incomparável templo, depois no grandíssimo SÃO JOSÉ em cuja alma o Espírito Santo realizou obras e maravilhas de graças tão grandes que somente no Céu São José poderá revelar-vos tudo quanto o Espírito Santo realizou Nele, pois em mente mortal, em carne mortal um tal conhecimento seria para vós tão grande, tão imenso que não seria possível vós conhecerdes estas grandezas em carne mortal. Não poderíeis compreender mesmo que fosseis Anjos, as grandes maravilhas que o Todo Poderoso realizou na alma de São José! E então, o Espírito Santo poderá reproduzir também em vós aquelas grandes obras e maravilhas de graça que realizou em todos Nós os Santos e vós também conhecereis aquela alegria, aquela felicidade, aquela vida perfeita e divina que Nós conhecemos e na qual vivemos aqui nesta Terra.
Se vós viverdes no Espírito Santo, mantendo uma profunda e poderosíssima união com Ele, se vós viverdes no Espírito Santo, procurando sempre mais aquilo que Lhe agrada, obedecendo as Mensagens que Ele vos deu aqui, seguindo os conselhos que Nós os Santos juntamente com a Mãe de Deus, São José e os Anjos vos demos aqui nestas Aparições, o Espírito Santo descerá sobre vós com poder. Ele queimará nos vossos corações tudo aquilo que ainda é mundano, tudo aquilo que é contrário ao amor Dele, vai ascender em vós uma chama viva de amor que arderá cada dia mais, cada vez mais até atingir a plenitude. 
E então, vós sereis cópias, reflexos vivos daquilo mesmo que Eu fui, uma chama viva do Espírito Santo, uma fornalha ardente que caminhava sobre a Terra abrasando tudo e todos que tinham contato Comigo. Então, o fogo do amor do Espírito Santo se alastrará de coração a coração e assim este mundo se transformará no reino do Espírito Santo, onde todos serão estrelas ardentes, chamas de amor vivo por Ele e todos lhe darão honra, glória e louvor.
Vivei no Espírito Santo rezando cada dia mais e melhor, procurando rezar com o coração, abrindo espaço nos vossos corações para o Espírito Santo entrar e agir e ali realizar Sua grande obra de santificação e salvação. Desta forma, vós vivereis todos os dias como templos do Espírito Santo, onde Ele habita, repousa, descansa e acha Suas delícias. Procurai cultivar uma vida de verdadeira união com Ele, renunciando a vossa vontade e aceitando a Dele, dando os vossos corações completamente a Ele para que Ele possa encher-vos com a Sua Paz, Seu Amor, Sua Alegria, Sua Felicidade, Sua Presença. 
Então, todas as palavras que saírem da vossa boca serão espírito e vida, porque a vossa boca transbordará daquilo de que o coração está cheio, ou seja, do próprio Espírito Santo. 
Rezai mais a Ele, adorai-O mais no dia a dia dando a Ele ferventes orações dos vossos corações. Então, Ele vos cobrirá com as Suas grandes e luminosas asas de Amor, Ele vos envolverá com a Sua luz infinita que não conhece ocaso e na vossa alma nunca mais existirá noite de pecado, de tristeza ou de confusão alguma, mas tudo será dia de alegria, dia de luz, dia de graça.

Eu, HILDEGARDA, estou convosco, nesses tempos da grande Apostasia, da perda da verdadeira fé, que como um câncer corroeu toda a fé pura que havia dentro da Igreja, nesses tempos maus em que viveis: de violência, egoísmo, impiedade, maldade e crueldade, Eu venho para vos chamar à verdadeira conversão que conduz a Deus e que poderá salvar este mundo atraindo para vós novos dias de Paz.
Os tempos são maus Meus irmãos, por isso: 
QUEM REZA POUCO COLOCA-SE EM GRANDE PERIGO DE CONDENAÇÃO, QUEM NÃO REZA JÁ ESTÁ CONDENADO E SOMENTE QUEM MUITO REZAR CONSEGUIRÁ CHEGAR NO TRIUNFO DO CORAÇÃO IMACULADO DE MARIA, PURO E SANTO PARA RECEBER A COROA DA VITÓRIA.
Eu, HILDEGARDA, ofereço-vos a Minha Mão a Minha ajuda, a Minha proteção para vos ajudar nesses tempos maus em que viveis, para vos conduzir seguramente à vitória, à salvação e ao Céu. 
Se vós aceitardes a Minha Mão, a Minha ajuda, se vos deixardes dirigir por Mim, vos conduzirei sem erro, sem demora, sem equívoco algum até o aprisco seguro dos Corações Unidos de Jesus, Maria e José.
Vinde! Eu abro agora o meu Manto para todos aqueles que quiserem entrar Nele e viver debaixo da Minha proteção, do Meu amparo e do Meu Amor!

Se vós fordes como Meus verdadeiros discípulos vos guiarei e conduzirei pela via do perfeito amor por onde Eu mesma segui e caminhei antes de vós e que Me fez chegar a uma belíssima morada, uma das mais excelsas e elevadas que existem no Paraíso, no reino do Céu.
A todos vós neste momento, peço que continueis com todas as orações que a MÃE DE DEUS, que os SAGRADOS CORAÇÕES vos deram aqui, sobretudo o Terço das LÁGRIMAS DE SANGUE, que é tão poderoso para afugentar os demônios, libertar os pecadores aprisionados no pecado mortal, nas garras de Satanás e para alcançar para vós potentes milagres da Misericórdia do Altíssimo.
USAI, USAI A MEDALHA DO CORAÇÃO DE SÃO JOSÉ COM MUITO AMOR! POIS EU VOS DIGO SE NO MEU TEMPO, SE A MIM SÃO JOSÉ TIVESSE REVELADO A MEDALHA DO SEU CORAÇÃO, QUE ELE REVELOU AO MARCOS AQUI NESTAS APARIÇÕES PARA DAR A VÓS, EU DARIA A MINHA VIDA MIL VEZES PARA AGRADECER A GRAÇA DE RECEBER A SUA MEDALHA. E SE SÃO JOSÉ TIVESSE ME DITO QUE EU DEVERIA DERRAMAR TODO O MEU SANGUE PARA ALCANÇAR A GRAÇA DE RECEBER A MEDALHA DELE, EU DARIA A MINHA VIDA SEM EXITAÇÃO PARA RECEBER ESTA GRAÇA QUE É GRANDE, IMENSA E QUE DEIXA CÉUS E TERRA ADMIRADOS, ESPANTADOS COM A GRANDEZA DA MISERICÓRDIA E DO AMOR QUE SÃO JOSÉ TEM POR ESTE SANTO LUGAR, PELO MARCOS E TAMBÉM POR VÓS MEUS IRMÃOS, MEUS QUERIDOS AMIGOS.
Eu, HILDEGARDA, prometo alcançar do CORAÇÃO DE SÃO JOSÉ para todos os que usarem a MEDALHA DELE copiosas graças, copiosas bençãos e, sobretudo, a proteção contra todos os seus inimigos espirituais e temporais. 

A todos neste momento abençôo generosamente.”

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

08 DE SETEMBRO – O CASAMENTO DA SANTÍSSIMA VIRGEM MARIA E DO CASTÍSSIMO SÃO JOSÉ - LIVRO MÍSTICA CIDADE DE DEUS



08 DE SETEMBRO – O CASAMENTO DA SANTÍSSIMA VIRGEM MARIA E DO CASTÍSSIMO SÃO JOSÉ - LIVRO MÍSTICA CIDADE DE DEUS



 

LIVRO MÍSTICA CIDADE DE DEUS – TOMO I
Segundo Livro - Capítulo 22

CELEBRAÇÃO DO DESPOSÓRIO DE MARIA SANTÍSSIMA COM O SANTO E CASTÍSSIMO JOSÉ.

REUNIÃO DOS JOVENS NO TEMPLO

755. Chegou o dia marcado, em que nossa Princesa completava catorze anos de idade, como dissemos no capitulo precedente. Reuniram-se os jovens des­cendentes da tribo de Judá e linhagem de David, de quem descendia a soberana Se­nhora, que nessa ocasião se encontravam na cidade de Jerusalém. Pertencendo à família real de David, também foi chamado José, natural de Nazaré e residente na cida­de santa. Tinha então trinta e três anos de idade, de talhe distinto e agradável sem­blante, onde se'espelhava incomparável modéstia e gravidade. Acima de tudo, era castíssimo no proceder e pensamentos, de inclinações santíssimas; fizera, desde os doze anos, voto de castidade. Era primo em terceiro grau da Virgem Maria, de vida puríssima e irrepreensível aos olhos de Deus e dos homens.

SÚPLICAS A DEUS A MANIFESTAÇÃO DE SUA VONTADE

756. Reunidos estes homens no templo, juntamente com os sacerdotes, fizeram oração ao Senhor pedindo que fossem guiados por seu divino Espírito, no que iam realizar. Falou o Altíssimo interior­mente ao sumo sacerdote, inspirando-lhe dar uma vara seca a cada um dos jovens ali reunidos e pedirem, com viva fé, à Sua Majestade, declarar por aquele meio, quem seria o escolhido para esposo de Maria.
O perfume das virtudes da Vir­gem, a fama de sua formosura, bens e família, o fato por todos conhecido de ser primogênita e único membro da família, levava todos eles a cobiçar a sorte de a merecer por esposa.
Somente o humilde e retíssimo José, entre os presentes, se reputava in­digno de tanto bem. Lembrando-se do voto de castidade que fizera, propondo de novo sua perpétua observância, entregou-se à divina vontade, para o que dele quisesse fazer. Apesar disso, sentiu pela hones­tíssima donzela, Maria, maior veneração e apreço do que qualquer um dos outros.
José foi o indicado para esposo de Maria
757. Estando todos nesta ora­ção, floresceu somente a vara de José e, ao mesmo tempo, desceu alvíssima pomba, cheia de admirável resplendor, pousando-lhe acima da cabeça. Ao mesmo tempo, falou-lhe Deus interiormente, dizendo-lhe: - José, meu servo, tua esposa será Maria, recebe-a com reverência e cuidado, porque a meus olhos é aceita, justa e puríssima de alma e corpo, e farás tudo o que Ela te disser.
Com a revelação e sinal do céu, os sacerdotes declararam São José, escolhi­do pelo próprio Deus, para esposo da donzela Maria. Chamada para o desposório, apresentou-se a eleita como o sol, mais formosa que a lua (Ct 6, 9). Apareceu na presença de todos, com semblante mais que angélico, de incomparável beleza, modéstia e graça, e os sacerdotes despo-saram-na com o mais casto e santo dos homens, José.

MARIA DESPEDE-SE E DEIXA O TEMPLO

758. Saudosa e séria, a divina Princesa, mais pura do que as estrelas do firmamento e rainha de majestade humilíssima, despediu-se dos sacerdotes, pe­dindo-lhes a bênção. Outro tanto fez com a mestra e condiscípulas, pedindo-lhes perdão e agradecendo-lhes todos os bene­fícios que, por elas, recebera no templo.
Procedeu com grande humildade e mui breves e prudentes palavras porque, em todas as ocasiões, proferia poucas e muito ponderadas. Despediu-se do tem­plo, não sem grande sentimento, por ter que o deixar, contra a própria inclinação e desejo. Acompanharam-na alguns dos principais ministros leigos do templo, que ali serviam nas coisas temporais. Com o esposo José, dirigiram-se para Nazaré, ci­dade natural dos felicíssimos esposos.
Não obstante ter José nascido em Nazaré, dispôs o Altíssimo, por meio de alguns sucessos de fortuna, fosse viver algum tempo em Jerusalém, para ali a me­lhorar tão ditosamente, que se tornou esposo Daquela que Deus escolhera para Mãe.
Em Nazaré, Maria e José  recebem visitas de felicitações
759. Chegando a Nazaré, onde a princesa do céu tinha a casa e os bens de seus felizes pais, foram recebidos e visita­dos pelos amigos e parentes, com a alegria e cumprimentos que em tais ocasiões se costumam. Tendo santamente cumprido com o natural dever de urbanidade e satis­feito estas obrigações sociais do convívio humano, ficaram sossegados José e Maria em sua casa.
Era costume entre os hebreus que, durante os primeiros dias de matrimônio, os esposos fizessem mútuo exame e experiência dos costumes e índole de cada qual, para melhor reciprocamente se adaptarem.

SÃO JOSÉ PROCURA CONHECER AS INTENÇÕES E DESEJOS DE MARIA SANTÍSSIMA

760. Disse São José à sua esposa Maria: - Esposa e Senhora minha, dou graças ao Altíssimo pela mercê de me haver escolhido, sem méritos, para vosso espo­so, quando me julgava indigno de vossa companhia. Mas, já que Sua Majestade quer exaltar o pobre e fez esta misericórdia para comigo, desejo me ajudeis, como es­pero de vossa discrição e virtude, a lhe dar a devida retribuição, servindo o Senhor com sincero coração. Para isto, considerai-me vosso servo, com o verdadeiro afeto com que vos estimo. Peço-vos queirais suprir o muito que me falta de bens mate­riais e outros predicados, que se exigiriam para ser esposo vosso. Dizei-me, Senhora, qual é vossa vontade para eu cumpri-la.

RESPOSTA DA VIRGEM. PRESENÇA DE SEUS ANJOS
761. Ouvindo estas razões a divina Esposa, com humilde coração e aprazível seriedade no semblante, respondeu ao Santo: - Sinto-me feliz, senhor meu, que o Altíssimo, ao colocar-me neste estado de vida, vos escolhesse para meu esposo e senhor, e que servir-vos fosse a expressão de sua divina vontade. Se, porém, me permitirdes, manifestarei minhas intenções e pensamentos.
Preveniu o Altíssimo, com sua graça, o sincero e leal coração de São José. Por meio das palavras de Maria Santíssima, novamente o inflamou no divino amor.
Respondeu São José: - Falai, Senhora, que vosso servo ouve.
Assistiam, nesta ocasião, à Se­nhora do mundo, seus mil anjos da guarda em forma visível, conforme Ela lhes pedira. A razão deste pedido foi permitir o Altíssimo que a puríssima Virgem se sentisse tomada de respeito e recato para falar com seu esposo, e assim agir em tudo com maior graça e mérito. Deixou-lhe a natural timidez, e receio que sempre tivera de falar a sós com um homem, o que nunca até aquele dia acontecera, a não ser, vez ou outra, com o sumo sacerdote.

MARIA CONFIA A SÃO JOSÉ SEU VOTO DE PERPÉTUA CASTIDADE

762. Obedeceram os santos an­jos a sua Rainha e lhe assistiram, vendo-os só Ela. Assim acompanhada, falou a São José: - Meu Senhor e esposo, é justo que, com toda a reverência, louvemos e glorifiquemos nosso Deus e Criador, infinito na bondade, incompreensível em seus desíg­nios. Deus nos manifestou sua mise­ricórdia, escolhendo-nos a nós, pobres, para servi-lo.
Entre todas as criaturas, reconheço-me por mais devedora do que qualquer uma delas, ou do que todas juntas, porque, merecendo menos, recebi mais de sua mão liberalíssima. Em meus primeiros anos, compelida por esta verdade e pelo des­prendimento de todas as coisas visíveis que a divina luz me comunicou, consagrei-me a Deus com perpétuo voto de ser casta de alma e corpo. A Ele pertenço e o reco­nheço por Esposo e Senhor, com imutável vontade de lhe guardar fiel castidade.
Para cumpri-lo, meu Senhor, que­ro que me ajudeis e, no mais, serei vossa fiel serva, para cuidar de vossa vida, enquanto durar a minha. Concordai, meu esposo com esta determinação. Confir-mando-a com a vossa, ofereçamo-nos em agradável sacrifício a nosso eterno Deus, para que nos receba em odor de suavi­dade, e possamos alcançar os bens eternos que esperamos.

RESPOSTA DE SÃO JOSÉ

763. Repleto de interior júbilo com as razões de sua divina esposa, o castíssimo José lhe respondeu: - Declarando-me, Senhora, vossos propósitos e castos pensamentos, penetras te s meu coração, que não quis abrir antes de co­nhecer o vosso. Reconheço-me também, entre os homens, pelo mais devedor ao Senhor de toda a criação, porque, muito cedo, me atraiu com sua verdadeira luz, para que o amasse na retidão de coração.
Quero saibais, Senhora, que, aos doze anos de idade, também fiz promessa de servir ao Altíssimo em castidade perpé­tua. Volto agora a ratificar meu voto, para não impedir o vosso, antes, na presença de Sua Alteza, prometo-vos ajudar, quanto estiverem minhas forças, para que, em toda pureza, O sirvais e ameis, conforme vosso desejo. Com a divina graça, serei vosso fidelíssimo servo e companheiro. Suplico-vos, aceiteis meu casto afeto e me considereis vosso irmão, sem jamais admitir outro amor estranho, fora do que deveis a Deus e depois a mim.
Durante esta palestra, o Altíssimo confirmou novamente o coração de São José, na virtude da castidade e no amor santo e puro que deveria nutrir por sua santíssima esposa Maria. Assim o teve o Santo, em grau eminentíssimo, que a prudentíssima conversação da Senhora, contínua e docemente aumentava, arrebatando-lhe o coração.

DISTRIBUEM OS BENS HERDADOS DE SANT’ANA E SÃO JOAQUIM
764. Mediante a divina graça que Deus lhes infundia, sentíramos santíssimos e castíssimos esposos incomparável júbi­lo e consolação. A divina Princesa ofere­ceu-se a São José para corresponder a seus desejos, como Senhora das virtudes que, sem contradição, praticava em todas o mais elevado e excelente.
Comunicou o Altíssimo a São José nova pureza e domínio sobre a natu­reza e suas paixões, para que sem rebelião nem solicitação, mas com admirável e nova graça, servisse sua esposa Maria, e Nela, à vontade e beneplácito do Senhor.
Em seguida, distribuíram os bens herdados de São Joaquim e Sant'Ana, pais da Santíssima Senhora. Uma parte oferece­ram ao templo onde ela vivera, outra foi aplicada aos pobres e a terceira deixou ao cuidado de São José para administrá-la. Para si, nossa Rainha reservou somente o cuidado de servi-lo e trabalhar no interior de seu lar.
Do movimento externo, do uso do dinheiro para compras e vendas, sempre se eximiu a prudentíssima Virgem, como disse em outra parte(3)

SÃO JOSÉ DESEMPENHA O OFÍCIO DE CARPINTEIRO

765. Aprendera São José, na in­fância, o ofício de carpinteiro, trabalho honesto e acomodado para adquirir o sustento da vida, pois era pobre de for­tuna, como acima disse. Perguntou à Santíssima Esposa se gostaria que exer­citasse aquele ofício, para servi-la e ganhar alguma coisa para os pobres, porquanto era necessário trabalhar e não viver ocioso. Concordou a Virgem prudentíssima, advertindo a São José que o Senhor não os queria ricos, mas pobres e amantes dos pobres, dando para estes o que lhes sobrasse.
Em seguida, travaram os santos esposos santa contenda, sobre qual dos dois obedeceria ao outro como superior. Venceu a humildade de Maria Santíssima, que entre os humildes era humilíssima. Não consentiu que, sendo o homem a cabeça, se pervertesse a ordem da mesma natureza. Quis em tudo obedecer a seu esposo, pe­dindo-lhe liberdade somente para dar esmolas aos pobres do Senhor, o que o Santo lhe concedeu.

REVERÊNCIA DE JOSÉ POR MARIA

766. Reconheceu São José, com nova luz do céu, os predicados de sua esposa Maria, sua rara prudência, humil­dade, pureza e demais virtudes, superiores a qualquer pensamento e ponderação. Aumentou-se-lhe a admiração por ela, e cheio de grande júbilo espiritual, não ces­sava, com ardentes afetos, de louvar e agradecer ao Senhor, por lhe ter dado companhia de esposa tão acima de seus méritos.
Para que esta ocorrência fosse em tudo perfeitíssima, pois era o princípio da maior obra que Deus realizaria com toda sua onipotência, fez que a Princesa do céu infundisse, com sua presença, no coração de seu esposo, tão grande temor e reverên­cia, que nenhuma espécie de palavras pode traduzir.
Tal reverência originava-se de certa refulgência, ou raio de luz divina, desprendida do rosto de nossa Rainha, unida à inefável majestade que sempre a acompanhava. Se isto sucedera a Moisés, quando desceu do monte (Êx 34, 30), com maior razão aconteceu à Virgem, pois muito mais prolongado e íntimo era o seu trato e conversação com Deus.

DEDICAÇÃO DE MARIA POR JOSÉ

767. Em breve, teve Maria Santíssima uma visão do Senhor, duran­te a qual lhe disse Sua Majestade: -Esposa minha, diletíssima e escolhida, vê como sou fiel em minha palavras, para os que me amam e temem. Corresponde, pois, agora à minha fidelidade, guardan­do as leis de esposa minha, em santidade, pureza e toda perfeição. Para isso, te ajudará meu servo José. Obedece-lhe como deves e cuida de seu bem-estar, que essa é minha vontade.
Respondeu Maria Santíssima: -Senhor, eu vos louvo e exalto pela vossa admirável providência por Mim, indigna e pobre criatura. Meu desejo é obedecer-vos e vos agradar como vossa serva, mais obrigada que qualquer outra criatu­ra. Dai-me, Senhor, vosso auxílio divino, para que, em tudo, me assistais, segun­do vosso maior agrado e também para que atenda às obrigações do estado em que me pusestes. Ajudai-me para que, como vossa escrava, não me afaste de vossas ordens e beneplácito. Dai-me vossa licença e bênção, para que acerte em obedecer e servir a vosso servo José, como Vós meu Senhor e Criador me ordenais.





AS VIRTUDES, FUNDAMENTO DO LAR DE JOSÉ E MARIA

768. Sobre estes divinos alicer­ces, fundou-se o lar e matrimônio de Maria e José. Desde oito de setembro, dia do desposório, até vinte e cinco de março seguinte, quando se realizou a Encarnação
do Verbo divino , os dois esposos foram sendo preparados pelo Altíssimo, para a obra para qual os escolhera. Ordenou a divina Senhora sua casa e modo de viver, como direi nos capítulos seguintes.

ADMIRAÇÃO DA ESCRITORA PELA FELICIDADE DE SÃO JOSÉ

769. Agora, não posso deixar de congratular-me com a boa sorte do mais feliz dos nascidos, São José. De onde, ó homem de Deus, vos veio tamanha felici­dade e ventura que, entre os filhos de Adão, só de vós se dissesse ser vosso o mesmo Deus, e tão somente vosso, que fosse reputado por vosso único Filho? O eterno Pai vos dá sua Filha, o Filho vos confia sua real e verdadeira Mãe, o Espírito Santo vos confia sua Esposa. A beatíssima Trindade vos entrega sua eleita, única e escolhida como o sol, concedendo-a por vossa legítima esposa.
Conheceis, meu Santo, vossa dignidade? Compreendeis ser vossa es­posa, a Rainha e Senhora do céu e da terra, e vós, o depositário dos inestimá­veis tesouros de Deus? Velai pelos vossos interesses. Sabei, que se não causais in­veja aos anjos e serafins, eles ficam admi­rados e suspensos por causa da vossa sorte, e pelo sacramento oculto em vosso matrimônio.
Recebei parabéns por tanta ven­tura, em nome de toda a linhagem humana. Sois arquivo das divinas misericórdias, dono e esposo daquela a quem só Deus é superior. Ficaste rico e próspero entre os homens e os anjos. Lembrai-vos de nossa pobreza e miséria, e de mim, o mais vil bichinho da terra, que desejo ser vossa fiel devota, beneficiada por vossa poderosa intercessão.

DOUTRINA DA RAINHA DO CEU.

QUALQUER ESTADO DE VIDA É SANTIFICANTE

770. Minha filha, o exemplo de minha vida no estado do matrimônio, no qual o Altíssimo me colocou, censura a desculpa alegada por aqueles que, vivendo casados no século, dizem que não podem ser perfeitos. Para Deus nada é impossível, e tampouco o é para quem, com viva fé, Nele espera e se entrega à sua divina dis­posição.
Eu vivia na casa de meu esposo, com a mesma perfeição que no templo. Mudando de estado, em nada mudei no afeto, desejo e cuidado de amar e servir a Deus. Pelo contrário, aumentei estes sen­timentos, a fim de não serem embaraçados pelas obrigações de esposa. Por isto, me assistiu mais a graça divina, e por sua mão poderosa, Deus dispunha e acomodava todas as coisas, de acordo com meus dese­jos.
O mesmo faria o Senhor com to­das as criaturas, se de sua parte, lhe correspondessem. Culpam o estado do matrimônio, enganando-se a si mesmas, porque o impedimento para serem perfei­tas e santas não é o estado de vida. São-no os cuidados vãos e solicitudes supérflu­as a que se entregam, pondo de lado o gosto do Senhor, para antepor e procurar o delas.

VIDA RELIGIOSA, ESTADO DE PERFEIÇÃO.

771. Se no mundo não há descul­pa para dispensar a busca da perfeição da virtude, menos haverá na vida religiosa, alegando os ofícios e ocupações dela. Nun­ca te imagines impedida pelo teu cargo de prelada, porquanto tendo-te Deus posto nele, através da obediência, não deves duvidar de sua assistência e amparo. Naquele mesmo dia, tomou por sua conta, dar-lhe forças e auxílios para atenderes a tuas obrigações de superiora, e também a de tua pessoal perfeição, com a qual deves amar teu Deus e Senhor. Empenha-o com o sacrifício de tua vontade, e com humilde paciência, em tudo que sua divina providência ordena. Se não lhe resistires, asseguro-te sua proteção, e por experiência sentirás seu poder, sempre governando e dirigindo perfeitamente todos os teus atos.


ADQUIRAM A COLEÇÃO DOS 4 TOMOS DO LIVRO MÍSTICA CIDADE DE DEUS
ENTREM EM CONTATO NO TEL:
(0XX12-97012427)

JACAREÍ, 14.09.2014 -MENSAGEM DE NOSSA SENHORA- FESTA DA EXALTAÇÃO SANTA CRUZ - 320ª AULA DA ESCOLA DE SANTIDADE E AMOR DE NOSSA SENHORA - TRANSMISSÃO DAS APARIÇÕES DIÁRIAS AO VIVO VIA INTERNET NA WEBTV MUNDIAL: WWW.APPARITIONSTV.COM

ASSISTA E DIVULGUE O VÍDEO DESTE CENÁCULO ACESSANDO:
WWW.APPARITIONSTV.COM



JACAREÍ, 14 DE SETEMBRO DE 2014
FESTA EXALTAÇÃO DA SANTA CRUZ
320ª AULA DA ESCOLA DE SANTIDADE E AMOR DE NOSSA SENHORA
TRANSMISSÃO DAS APARIÇÕES DIÁRIAS AO VIVO VIA INTERNET NA WEBTV MUNDIAL: WWW.APPARITIONSTV.COM
MENSAGEM DE NOSSA SENHORA

(Maria Santíssima): “Amados filhos Meus, hoje, quando estais comemorando a Festa da Santa Cruz Aqui, venho do Céu para dizer-vos: Sou a Senhora da Santa Cruz, Sou a Mãe de Jesus Nazareno.
Penitência! Penitência! Penitência para salvar os pecadores.
Quero chamar-vos a uma profunda conversão da vossa vida, quero chamar-vos a um profundo amor à Cruz. Sem conversão não há amor à Cruz.
Por isso digo-vos: Amai a Santa Cruz, convertendo-vos todos os dias, lutando contra os vossos defeitos e pecados e procurando verdadeiramente todos os dias começar uma nova vida: no amor de Deus, na graça de Deus, para que verdadeiramente a Santa Cruz para vós seja um sinal de salvação e não de condenação.
Não cuspais na Santa Cruz, blasfemando contra o Senhor, vivendo em pecado, porque se assim viverdes fareis o mesmo que satanás, que cospe na Cruz, que cuspiu na Cruz desde o início quando A viu.
Sim, vivei como verdadeiros adoradores da Santa Cruz procurando viver de acordo com o que Ela ensina. Ou seja, crucificando os vícios e as obras do pecado e da carne, para que verdadeiramente em vós nasça a nova vida, a salvação que a Santa Cruz vos trouxe.
Amai a Santa Cruz, procurando todos os dias de vossa vida amar a Jesus com todo o vosso coração, fazendo tudo o que Ele manda, tudo o que Ele quer, cumprindo Sua Santa Palavra, os Mandamentos de Deus. De modo que o Santo Sinal da Cruz do Senhor seja impresso nas vossas almas e vós sejais reconhecidos por Deus como verdadeiros discípulos de Cristo. E assim recebais todas as bênçãos que a Cruz de Cristo alcançou, mereceu para vós da benevolência divina.
E também sejais reconhecidos por satanás e os demônios como verdadeiros discípulos de Cristo, e assim os demônios não possam fazer nada contra vós, como nada puderam fazer contra o Nosso Servo Antônio de Lisboa, Bento, Lucia, Bernadette, Geraldo e tantos outros Santos.
Amai a Santa Cruz, procurando compreender o que Ela significa, Ela é a árvore da vida, Dela pendeu a salvação do mundo. Tal como no Jardim do Éden pendeu a condenação do mundo de uma árvore, do lenho de uma outra árvore da Santa Cruz pendeu a salvação de todo o gênero humano, pendeu todo o fruto bendito do Meu ventre Imaculado: Jesus.
Amai a Jesus! Provai desse fruto saboroso de vida eterna que o Pai eterno e Eu oferecemos. Meditai sobre a bondade de Jesus ao dar a vida por vós. Meditai nos sofrimentos de Jesus frequentemente e nunca cometereis o pecado. Quem medita na Paixão do Senhor, quem reza a Via Sacra, não cai no pecado mortal, não consegue trair o Meu filho Jesus.
Rezai a Via Sacra sempre para que Ela vos dê a força para renunciar a todo o pecado, a toda a ocasião de pecado. E assim, esmagueis a cabeça de satanás com a vossa fidelidade e o vosso amor leal a Deus.
Amai a Santa Cruz, honrando-a em vossas casas, venerando-a com amor e devoção, porque Nela está o Meu filho Jesus, o fruto bendito do Meu ventre que reparou a desgraça causada por aquele outro fruto do Jardim do Éden, o fruto desobediência do homem a Deus, o fruto da auto adoração do homem no lugar de Deus.
Sim, Adão e Eva amaram mais a si mesmos que o Senhor, por isso pecaram e desgraçaram todo o gênero humano. O Meu filho Jesus amou o Pai Eterno até a morte e morte de Cruz. Não veio fazer a Sua vontade, mas a do Pai. E com esta obediência amorosa reparou a desobediência dos Nossos primeiros Pais.
E é por isso que Eu estou sempre junto da Cruz, porque Nela está o fruto bendito do Meu ventre, Jesus Cristo, este fruto que quero dar-vos cada dia mais para que comais e tenhais a vida eterna.
Porque vos digo: Quem não comer deste fruto morrerá eternamente, não terá a vida eterna, porque a vida eterna é o Meu Jesus. Só Jesus pode vos dar a vida eterna e Eu como Medianeira de todas as Graças, corredentora do gênero humano, Sou a única que vos posso dar este fruto da vida eterna.
Vinde a Mim e Eu vo-lo darei e ao comerdes deste fruto sacratíssimo vossas almas viverão para sempre no Senhor, com o Senhor, pelo Senhor.
Eu Sou a Mãe de Jesus Crucificado e nas Minhas Mãos, no Meu Coração Imaculado transpassado pela espada de dor no Calvário, estão contidos todos os tesouros que Jesus Cristo mereceu com sua morte obediente na Cruz.
Estes tesouros Eu quero distribuir-vos e dá-los para todos vós Meus filhos. Mas não posso enriquecer-vos com esses tesouros, se vós mesmos não Me abrirdes o coração e não quiserdes.
Por isso, hoje digo-vos: Dai-Me vosso ‘sim’ e Eu derramarei sobre vós tantas graças da Paixão e Morte do Meu filho, que vós sereis imensamente ricos, imensamente santos diante de Deus.
Amanhã celebrareis a Festa das Minhas Dores, Sou a Senhora das Dores, porque ainda hoje o mundo não cessa de crucificar de novo o Meu Divino Filho Jesus Cristo. Sou a Senhora das Dores porque a humanidade continua entoando o seu grito de rebelião a Deus seguindo satanás que o entoou primeiro.
Sim, a humanidade se aliou com o demônio para lutar contra Deus, para transgredir os Mandamentos de Deus, para colocar-se frontalmente contra Deus. Por isso, Eu sofro porque esta rebelião de cada um contra Deus leva um número sempre maior, incontável de almas à perdição eterna.
Nem as Minhas numerosas Aparições, Minhas Lacrimações até de sangue, e os extraordinários sinais que vos dou para que acrediteis em Minhas Mensagens e para que vos convertais, fazem com que os vossos corações amoleçam, com que os vossos corações duros se curvem amorosamente diante do Senhor para amá-Lo, obedecê-Lo e fazer a vossa vontade.
Não vos espanteis com a dureza do povo eleito no deserto rebelando-se contra Moisés e o Senhor e fazendo um bezerro de ouro, mesmo depois de terem sido tão favorecidos por Deus e até o terem visto visivelmente na coluna de nuvens e fogo que ia adiante deles no Egito.
Vós fazeis muito pior! Vós vistes os Meus Sinais, as Minhas Lágrimas, tantas e tantas vezes e continuais com os vossos corações duros repetindo as mesmas ofensas contra Deus, os mesmos pecados.
Convertei-vos Meus filhos! Convertei-vos! A conversão é fácil para aqueles que rezam o Meu Rosário com amor, para aqueles que pedem com esperança e perseverança através do Meu Rosário a graça da conversão. Ainda que lentamente chegarão ao porto da salvação seguramente. Porque o que Eu prometi ao Meu Domingos de Gusmão e ao Meu Alano de La Roche Eu cumprirei até o último ‘A’, até o último ‘Til’: Não permitirei que se perca eternamente nas chamas eternas um filho Meu que Me serve todos os dias rezando o Meu Rosário.
Eu saberei remediar os seus males, Eu saberei curar a sua alma de toda a doença espiritual, de todo o pecado. Eu saberei tirá-lo das trevas e conduzi-lo para a luz. Eu saberei fazer para ele uma escada que ele terá forças para subir até chegar à glória eterna.
Por isso filhinhos, continuai rezando o Meu Rosário todos os dias, especialmente se cairdes no pecado. Oh, não! Se cairdes no pecado não deveis pensar que não deveis mais rezar o Rosário.
O Rosário é a vossa última chance, é a vossa única esperança, é a vossa última tábua de salvação. Agarrai-vos a ele, como o náufrago se agarra à tábua que ainda flutua para não afundar e morrer afogado.
O Meu Rosário tem todos os poderes, do Meu Coração Imaculado, dos Meus privilégios e Mistérios para vos dar toda a força, para vos converterdes e vos salvardes.
Apressai a vossa conversão, porque o tempo para ela se esgota. O que Eu disse em Akita vai cumprir-se: Fogo cairá do Céu e grande parte da humanidade será destruída, muitas cidades desaparecerão e se transformarão num monte de cinzas, porque os homens não quiseram abandonar os seus pecados, não quiseram se voltar ao Deus da Salvação e da Paz.
Com que tristeza vejo a maior parte dos homens vivendo muito mal, no pecado e caindo em chuvas no inferno. É por isso que o fogo do Céu virá e quando este fogo cair a queimadura que ele produzir não será curada por nenhum remédio da Terra.
Esse castigo dos pecadores será o mais terrível que já se viu desde o princípio do mundo. E o fogo que caiu sobre Sodoma e Gomorra parecerá na verdade uma brisa fresca e suave sobre este fogo que cairá sobre esta geração corrompida.
Convertei-vos, vós que estais no pecado e vós que já estais caminhando Comigo na estrada da santidade, do amor, da oração todos os dias e há tanto tempo, cuidai para não cometerdes o mesmo pecado da mulher de Ló, que olhou para Sodoma e Gomorra. Ou seja, que sentiu saudades dos pecados de Sodoma e Gomorra e quis voltar para os pecados daquela gente corrompida.
Se vós agora olhardes de novo para trás, se olhardes para o mundo, se sentirdes saudade dos pecados do mundo que vós já renunciastes. Se quiserdes voltar para Sodoma e Gomorra, tereis a maldição da mulher de Ló, que foi transformada numa estátua ressequida de sal.
Vossa alma também ficará tão ressequida quanto o sal, não sentirá mais o amor de Deus, não sentirá mais a paz de Deus, não terá mais o Espírito Santo, não verá mais nenhuma luz do alto. E então, Meus filhos, terrível será o vosso fim.
Olhai somente para o Senhor, somente para Mim, que Sou a Estrela luminosa que o Senhor vos dá, para vos conduzir até a Terra Prometida, ou seja, o Novo Céu e a Nova Terra que o Senhor está preparando e em breve trará para vós.
Perseverai na oração, no amor. Avante! Eu gostaria de dar-vos novas Mensagens, revelando-vos coisas novas, mas vós ainda não conseguis cumprir nem os pedidos básicos que tenho feito.
Por isso continuo repetindo a mesma canção. Continuo elevando o mesmo grito de alerta: Convertei-vos! Mudai de vida! Rezai! Rezai! Rezai! Porque o tempo que vos resta é muito curto.
Amai os Santos, Eles são as setas luminosas que Deus colocou no mundo para vos mostrarem o caminho que conduz ao Céu.
Aqueles que amarem os Santos, que se colocarem sob a proteção deles terão a vida eterna. Sou a Rainha de todos os Santos e desejo que vós conheçais sempre mais a vida dos Santos para serdes santos e agradáveis a Deus como Eles.
Rezai o Terço das Minhas Lágrimas de Sangue e todas as Orações que vos dei Aqui, porque por meio delas todos os dias sempre mais elevo vossas almas, inundo vossas almas, abraso vossas almas com o fogo do Espírito Santo e sempre mais faço a vossa conversão caminhar célere até o cume da santidade e da perfeição a qual vos quero levar.
Vós sois a última esperança da Terra, sois a Minha última esperança, não Me decepcioneis.
Rezai, levai Minhas Mensagens a todos e não vos preocupeis porque Eu falarei por vós, Eu tocarei os corações por meio de vós, Eu farei a Minha grande luz brilhar através de vós para todos os corações.
A todos neste momento vos abençoo com amor, de Medjugorje, de Dozulé e de Jacareí.”

 div.pombas
b.pisca


TRANSMISSÕES AO VIVO DIRETO DO SANTUÁRIO DAS APARIÇÕES DE JACAREI - SP - BRASIL
Daily Apparitions' broadcast direct from the Apparitions Shrine of Jacareí

De Segunda a Sexta-feira às 21:00h | Aos Sábados, 15:00h | Aos Domingos, 09:00h 
Week days, 09:00 PM | On Saturdays, 03:00 PM | On Sundays, 09:00AM (GMT -02:00)

AddThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...