Jun 12, 2013

13 DE JUNHO - DIA DE SANTO ANTÔNIO DE PÁDUA E LISBOA


(Esta lindíssima Imagem de santo Antônio é do Santuário das Aparições de Jacareí!)

JACAREÍ, 07 DE FEVEREIRO DE 2013
FESTA DO 22º ANIVERSÁRIO DAS APARIÇÕES DE JACAREÍ SP 
MENSAGEM DE SANTO ANTÔNIO DE LISBOA E PÁDUA
Comunicada ao Vidente Marcos Tadeu)

(Santo Antônio):“Amados irmãos Meus, Eu, Antônio de Lisboa, Antônio de Pádua, venho hoje com a Mãe de Deus e Estanislau, para vos abençoar-vos e dar a paz. convertei-vos sem demora! convertei-vos depressa porque o tempo é curto, acaba logo e o senhor está impaciente com tantos pecados que o mundo comete sem nenhum arrependimento, sem uma gota de dor por o terem ofendido e por terem contribuído para o triunfo do mal na terra. os homens se tornaram cada vez mais maus, insensíveis, frios, desalmados e cruéis, não tem piedade nem caridade e por isso o senhor vai em breve brandir a sua espada e ai da nação na qual esta espada passar.
            Eu, Antônio, quero a vossa conversão, os vossos corações não podem mais permanecer no pecado como até hoje vós tendes feito, onde está o vosso coração, ali também estão os vossos olhos. Se os vossos olhos estão continuamente fixos no pecado, nas coisas mundanas, no amor vão das criaturas e deste mundo é a prova de que é ali que está o vosso coração. Deveis desprendê-lo de todas essas coisas, deveis voltá-lo para as coisas celestiais que verdadeiramente são as únicas coisas necessárias para a salvação das vossas almas. Aquela coisa necessária que Jesus tanto falou no Evangelho que é preciso cuidar para nunca perder: é a salvação das almas! É amar o Senhor de modo perfeito, puro, para que assim possais ser dignos de vê-Lo um dia na glória do Paraíso!
            Amai o Senhor como Eu O amei, não poupando esforços para agradá-Lo, para servi-Lo, para torná-Lo mais conhecido e amado de todos, de modo que assim a vossa vida seja hoje e sempre um hino vibrante de amor pelo Senhor e que todos aqueles que olharem para vós vejam ali a chama do verdadeiro amor e também queiram ter em seus corações esta chama.
         Amai o Senhor como Eu O amei, dando a Ele toda a vossa vida, toda a vossa juventude, toda a vossa saúde, todo o tempo que vos resta na Terra com todos os vossos dons naturais e as vossas capacidades, para que assim, tudo servindo ao Senhor contribua para o grande Plano de Salvação da humanidade que Ele tem em Seu divino coração. Se vós deixardes o mundo como eu deixei e vos entregardes completamente ao Senhor como Eu fiz, dos vossos corações brotarão rios de água viva, que as almas sedentas de Paz, de verdade e de amor beberão e com este amor e se saciarão não com amor humano, mas com amor sobrenatural e assim o mundo será curado da sua ferida, da sua doença de morte e o pecado cederá lugar à graça de DEUS que triunfará em todos os corações. Fugi da sensualidade, fugi da soberba, pois ela é a mãe da sensualidade, da luxúria e de todos os outros vícios. Sede santos! Sede fiéis! Amai O Senhor como Eu O amei dando a Ele o vosso sim e depois não olhando nunca mais para trás, mas antes pegando firmemente no arado e indo com Ele para lavrar esta Terra e lançar a boa semente da Sua Palavra e do Seu Amor em todos os corações.
            Eu, Antônio, estarei convosco! Não vos preocupeis com o que haveis de dizer, com o que haveis de fazer, porque Eu estarei convosco e vos inspirareis e vós direis as palavras acertadas que tocarão os corações, que os abrasarão com o fogo do amor divino e assim Seu amor triunfará em tantas e tantas almas e o Reino de Deus virá finalmente para a Terra.
         Eu, agora vos abençoo com amor e especialmente a ti Marcos. Eu tenho ouvido as Suas Orações há muitos anos, conheço o quanto gostas de Mim, quanto Me queres bem, Eu também te quero muito, te amo e te abençoo com todo o Meu amor agora.”

LIVRO: OS MILAGRES DE SANTO ANTONIO DE PÁDUA OU LISBOA



http://gloria.tv/?media=301162





FILME: VIDA DE SANTO ANTONIO DE PÁDUA ou LISBOA




O primeiro reconhecimento, em 1263, revelou seus restos mortais em excelentes condições, recolhidos numa pequena urna. As análises científicas possibilitaram reconstruir as características físicas do Santo: ele tinha 1,70m de altura, estrutura não muito robusta, perfil nobre, rosto comprido e estreito.

Foi encontrado também o aparelho vocal intacto: a língua e as pregas vocais, assim como, os restos da túnica que estavam ao lado dos ossos e as duas caixas antigas com panos da época.

São famosos seus milagres acontecidos ainda em vida, como o da Eucaristia e o da pregação aos peixes:

A cidade de Rimini, na Itália, estava nas mãos de hereges. À chegada do missionário, os chefes deram ordem para isolá-lo através de um ambiente de silêncio manifestando indiferença. Antônio não encontra ninguém a quem dirigir a palavra: igrejas vazias e praças desertas. Anda pelas ruas da cidade rezando e meditando. Coloca-se diante do mar Adriático e chama o seu auditório: “venham vocês, peixes, ouvir a palavra de Deus, já que os homens petulantes não se dignam ouvi-la”. Logo apareceram centenas de peixes. A curiosidade do povo foi mais forte, foram ver o que estava acontecendo e ficaram maravilhados, aconteceu o entusiasmo, o arrependimento e o regresso à Igreja.

Durante uma pregação, cujo tema era a Eucaristia, levantou-se um homem dizendo: “Eu acreditarei que Cristo está realmente presente na Hóstia Consagrada quando vir o meu jumento ajoelhar-se diante da custódia com o SS. Sacramento”. O Santo aceitou o desafio. Deixaram o pobre jumento três dias sem comer. No momento e lugar pré-estabelecido, apresentou-se Antônio com a custódia e o herege com o seu jumento que já não agüentava manter-se em pé devido ao forçado jejum. Mesmo meio-morto de fome, deixou de lado a apetitosa pastagem que lhe era oferecida pelo seu dono, para se ajoelhar diante do Santíssimo Sacramento.

Milhares de pessoas acorriam de toda parte para ouvir os sermões de Antônio. O seu cristianismo não era monótono mas tendia a austeridade, mesmo assim, não desencorajava os penitentes. Conta-se que em uma quaresma, o povo de Pádua não ia trabalhar antes de ouvir Antônio falar sobre a palavra de Deus. E ele já muito debilitado falava ao povo de cima de uma nogueira em Camposampiero.

Numa tarde, um conde dirigiu-se à cela de Antônio. Ao chegar, viu sair de uma brecha um intenso esplendor. Empurrou delicadamente a porta e ficou imóvel diante de uma cena prodigiosa: Antônio segurava nos seus braços o menino Jesus! Quando despertou do êxtase pediu ao conde que não revelasse a ninguém a aparição celeste.

Destruído pela fadiga e pela doença da hidropisia, sentiu que a hora do seu encontro com o Senhor estava se aproximando. Desejou ir para a igreja de Santa Maria, mas estando muito debilitado, parou em Arcella, que encontra-se às portas de Pádua. Ali morreu aos trinta e seis anos após pronunciar as palavras: “Video Dominum Meum” (vejo o meu Senhor).

É honrado com o título de “Doutor Evangélico”. Seu culto é um dos mais populares da história e apressou sua canonização, ocorrida um ano após sua morte.