domingo, 21 de dezembro de 2014

1ª MENSAGEM DE SANTA ADÉLIA - JACAREÍ, 20 DE FEVEREIRO DE 2011




JACAREÍ, 20 DE FEVEREIRO DE 2011
1ª MENSAGEM DE SANTA ADÉLIA
COMUNICADA AO VIDENTE MARCOS TADEU

         (Santa Adélia): "Amados irmãos Meus! Eu, Adélia ou Adelina, serva do Senhor e de Maria Santíssima vos saúdo e vos dou a Paz!
         Eu na Minha vida amei o Senhor de todo o Meu Coração, com todas as Minhas forças, com toda a Minha alma e ao Senhor entreguei-Me com tudo o que era e tinha para servi-Lo, para torná-Lo conhecido e amado por todas as almas. E para que com os Meus esforços Eu pudesse além da Minha alma, produzir nas almas um jardim de descanso para o Senhor a fim de que em todos Nós Ele pudesse descansar, comprazer-se e em Nós permanecer para sempre.   Por isso, convido-vos a serdes um retiro para o Senhor, onde Ele possa verdadeiramente descansar, repousar, entreter-se convosco, ficar convosco na perfeita união da alma e do coração comunicando-vos as Suas riquezas e as Suas belezas divinas e celestiais.
         Sede o perfeito retiro para o Senhor, vivendo sempre mais a vida da oração intensa, da penitência, da meditação, continuando a fazer todas as orações que a Mãe de Deus vos mandou Aqui. Pois estas orações tem a faculdade e o poder de transformar as vossas almas em perfeitos locais de retiro para o Senhor e para a Senhora do Céu, onde Eles podem entrar, permanecer convosco, repousar em vós e em vós encontrar as Suas delícias, ou seja, encontrar em vós o amor que dessedenta a sede e a fome de amor que Eles tem das almas, podem encontrar em vós os reflexos de Sua luz, podem encontrar em vós os Seus dons e talentos concedidos multiplicados em frutos de boas obras e santificação e de mais almas conquistadas para Eles. Assim em vós Deus pode verdadeiramente descansar, repousar, congratular-se e em vós a Santíssima Virgem pode encontrar os frutos mais doces: de amor, correspondência, generosidade e entrega total a Ela.
         Sede o perfeito retiro do Senhor, procurando sempre mais apartar o vosso coração das coisas passageiras e ilusórias deste mundo que vos afastam de Deus, que competem com o amor de Deus dentro do vosso coração. Para que então, o vosso amor sem mistura de coisa alguma terrena, sem mistura de amor terreno algum possa ser puro, puro para o Senhor, puro para Maria Santíssima, puro como Eles querem, puro como Eles esperam receber de vós. E assim, Eles possam também entregar o puro amor Deles totalmente a vós até encher-vos e fazer-vos transbordar para as outras almas.
            Sede o perfeito retiro do Senhor, respondendo o vosso sim a Ele para que Ele possa transformar o deserto das vossas almas num jardim, num oásis, num lugar de descanso onde Ele pode repousar à sombra do vosso amor, bebendo da água da vossa generosidade e da vossa fé, comendo os frutos das vossas boas obras, da vossa entrega completa a Ele. E assim, o Senhor possa fixar vossa morada definitiva em vós e transformar-vos naquele Jardim Real onde Ele o Rei do Céu, pode vir ao vosso encontro conversar e entreter-se convosco como Ele fazia no início da criação passeando no Jardim do Éden à tarde à procura de Adão e Eva para entreter-se com eles. Assim também, Deus poderá vir viver convosco, poderá entreter-se convosco, poderá unir-se convosco e vós podereis viver na verdadeira amizade Dele.
         Eu, Adélia, prometo ajudar-vos com a Minha poderosa intercessão e oração junto do Senhor e de Maria Santíssima, para que vos torneis este belo lugar de retiro e descanso para o Senhor. Recomendo-vos usardes todas as Medalhas que a Santíssima Virgem vos deu nas Suas Aparições, especialmente a Medalha da Paz e a Medalha das Lágrimas que Ela deu aqui na vossa Terra, na Terra brasileira, para que através dessas duas Medalhas a graça do Senhor possa sempre mais transformar-vos num lugar de retiro e descanso para Ele e para Maria Santíssima. E assim, vós possais receber em vós um grande influxo de graças atraído por essas Medalhas Celestiais que deveis usar com todo o vosso amor, com toda a vossa devoção e a vossa fé.
         Através dessas Medalhas muitas graças do Senhor são atraídas para as vossas almas para purificá-las, para embelezá-las, para perfumá-las e para incensá-las com a graça celestial do Céu.
Através dessas Medalhas são afastadas de vós muitas tentações do diabo e o Anjos são atraídos para vós com as mãos repletas de bênçãos do Senhor para derramar sobre vós muitas vezes ao dia. Por isso, Meus amados irmãos, usai estas Medalhas com confiança e delas nunca vos separeis, para que a graça de Deus, o influxo Dela jamais também seja interrompido na vossa alma e na vossa vida! Deus vos deu esses escudos, Deus vos deu esses imãs celestiais, que são estas Medalhas Sagradas, para atrair para vós todo o bem e toda a graça, para a salvação de vossas almas. Usai desta graça que é grande e que o Senhor deu a vós, para a vossa salvação e rendei a Ele e à Maria Santíssima glórias e louvores.
         Se esta graça tivesse sido dada a Mim no Meu tempo... Oh! Que graças e louvores Eu teria rendido ao Senhor! Que maravilhas de conversão e de santificação não teriam sido operadas na Minha época. Mas esta grande graça foi dada a vós para estes tempos finais e vós não sabeis agradecer, não sabeis reconhecer o grande bem, o grande dom que o Senhor e Maria Santíssima deram a vós.
         Abri o vosso coração, dilatai-o em hinos de amor, de louvor, de gratidão a Deus e à Sua Mãe Santíssima que vos favoreceram tanto, que vos enriqueceram tanto nessas benditas Aparições de Jacareí, que são a maior prova do amor do Senhor e da Virgem Santíssima depois da encarnação por toda a humanidade.
         Abri os vossos corações e dai a Eles honra, glória e louvor por uma vida santa, pelo perfeito cumprimento da vontade do Senhor. Eu estarei convosco em todos os momentos da vossa vida e jamais, jamais vos deixarei.
A todos, neste mês bendito, especial e tão predileto do Céu, mês de Fevereiro, de grandes graças e dons para a humanidade da parte do Senhor e de Sua Mãe.
         A todos neste mês abençoado, abençoo generosamente agora. E especialmente a ti Marcos, o mais esforçado, o mais dedicado dos filhos da Mãe do Senhor, o mais esforçado e querido dos Meus irmãos.

         A paz a todos vós."

***

24 de Dezembro - Santa Adélia ou Adele de Pfalzel

A tradição oral germânica nos conta que Adélia ou Adele era a irmã mais nova de Ermina, ambas princesas, filhas do rei da Austrásia, Dagoberto II, o Bom. Hoje, todos são venerados nos altares como santos da Igreja, ainda que esse parentesco seja motivo de controvérsias, sendo, por isso, pesquisado.

Adélia foi identificada, também, como a abadessa Adola, a quem Elfrida, abadessa do Mosteiro de Streaneshalch, teria enviado uma carta. Também como Adula, "religiosa matrona nobilis", que se hospedou no Mosteiro de Nivelles em 17 de março de 691, com um filho pequeno.

Consta que Adélia, depois da morte de seu marido, Alderico, influente nobre da região, decidiu recolher-se para a vida religiosa. Para isso, fundou o Mosteiro de Pfalzel, na região de Trèves, atual Alemanha, onde ingressou e foi a primeira abadessa. Escolheu as Regras dos monges beneditinos, como fizeram os mosteiros de Ohren e de Nivelles, o primeiro fundado por sua irmã, a futura santa Ermina.

No mosteiro, havia um hospede freqüente, o neto da abadessa, um rapaz esperto e vivaz. Seu nome era Gregório. Como conhecia o latim, ficou encarregado de ler em voz alta os textos sagrados enquanto as religiosas estivessem no refeitório. Certo dia, em 722, passou pelo mosteiro um monge inglês de nome Bonifácio, que estava retornando da sua primeira missão na Frísia. Foi acolhido como hóspede, mesmo não sendo conhecido, no exato momento em que todos estavam no refeitório, onde o jovem Gregório lia uma bela página do Evangelho em latim.

Terminada a leitura, Bonifácio se aproximou dele e expressou seus cumprimentos, mas lhe pediu que explicasse o que acabara de ler. Gregório tentou repetir a leitura, mas Bonifácio o impediu, pedindo que o jovem explicasse no seu próprio idioma. Ocorre que, mesmo lendo muito bem o latim, não conseguia compreender o que o texto dizia realmente. "Deixe que eu mesmo explicarei para todos os presentes", disse o monge estranho. Explicou o texto latino com tanta clareza, comentou-o com tamanha profundidade e de maneira tão convincente que deixou todos os ouvintes encantados.

O mais atingido de todos foi Gregório, a ponto de não mais querer mais separar-se do monge que ninguém sabia de onde era. Apesar das preocupações de avó, Adélia permitiu que o neto partisse ao lado de Bonifácio, confiando na sua intuição religiosa e na Providência Divina. Muitos anos depois, Gregório tornou-se o bispo de Utrecht e foi um dos melhores discípulos de Bonifácio, o "apóstolo da Germânia" e santo da Igreja.

Adélia morreu pouco tempo depois, num dia incerto do mês de dezembro de 734, e foi sepultada no Mosteiro de Pfalzel. Passados mais de onze séculos, em 1868 as suas relíquias foram transferidas para a igreja da paróquia de São Martinho.

O culto litúrgico em memória de santa Adélia de Pfalzel foi autorizado pela Igreja. São duas as celebrações em dezembro: no dia 18, com uma festa local; no dia 24, junto com santa Ermina, que, sem dúvida alguma, é sua irmã na fé.

AddThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...