sexta-feira, 29 de maio de 2015

"Basta que não me abandoneis..." por Santo Afonso Maria de Ligório




Verbo Encarnado, peço-Vos, pelos merecimentos de Vossa santa humildade que Vos fez abraçar tantos desprezos e injúrias por nosso amor, livrai-me do orgulho e dai-me parte da Vossa santa humildade. Como posso me lamentar de alguma ofensa, sobretudo depois de ter merecido tantas vezes o inferno? Meu Jesus, pelos méritos de tantos desprezos que sofrestes na Vossa Paixão, dai-me a graça de viver e morrer humilhado nesta terra, como Vos dignastes viver e morrer humilhado por amor de mim. Por Vosso amor desejaria ser desprezado e abandonado por todos; mas sem Vós nada posso fazer.


Amo-Vos, meu Deus, Amo-Vos como o Tudo de minha vida. Estou resolvido e espero, com a Vossa graça, sofrer tudo por Vós: ofensas, traições, perseguições, dores, solidão, abandono. Basta que não me abandoneis, Vós, o único bem de minha vida. Não deixeis que me afaste de Vós. Dai-me o desejo de Vos agradar, o entusiasmo no Vosso amor, calma nos sofrimentos, paciência em todas as contrariedades. Tende piedade de mim. Nada mereço, mas espero tudo de Vós, pois me remistes com Vosso sangue.



Tudo espero de Vós, Maria, minha Mãe e Rainha, porque sois o refúgio dos pecadores!



Santo Afonso de Ligório, Prática do amor a Jesus Cristo, cap. IX

Nenhum comentário:

AddThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...