Jun 3, 2015

03 DE JUNHO DE 1858 - PRIMEIRA COMUNHÃO DE SANTA BERNADETTE NA FESTA DE CORPUS CHRISTI






03 DE JUNHO DE 1858 - PRIMEIRA COMUNHÃO DE SANTA BERNADETTE
NA FESTA DE CORPUS CHRISTI
Bernadete fez com grande emoção e piedade a 1º comunhão, em 3 de junho de 1858.
***
Grande devoção à Sagrada Eucaristia
Sobre sua devoção à Sagrada Eucaristia, encontramos um exemplo na carta que escreve às suas primas, que se preparavam para fazer a Primeira Comunhão:
“Ó minhas queridas crianças! É necessário se ter um coração de anjo para receber Nosso Senhor como Ele merece! Fazei-o pelo menos com a maior fé, humildade e amor que vos seja possível.
“E, assim que Nosso Senhor estiver em vosso coração, abandonai-vos a Ele, e gozai em paz as delícias de sua presença. Amai-O, adorai-O, ouvi-O, louvai-O, eu diria mesmo, desfrutai-O.
“Ó feliz momento! Só a eternidade nos reserva alegrias maiores” (Carta às suas primas, por volta de 1875, p.102).
A seu irmão mais novo, Pedro, que também iria fazer a Primeira Comunhão, ela escreve:
“Não é preciso dizer, meu querido irmãozinho que, daqui para frente, teu coração, teu espírito, tua alma, não devem ocupar-se senão de um pensamento: o de fazer de teu coração a morada de um Deus.
“Oh! Sim, é necessário que esse bom Salvador esteja continuamente presente em teu pensamento, e pedir-Lhe que Ele mesmo prepare sua morada, a fim de que não falte nada à sua chegada” (Carta a seu irmão Pedro Bernardo, de 23 de maio de 1872, p. 80).
Sobre a alegria de poder comungar, ela confidencia também à sua irmã Maria:
“Nosso Senhor é tão bom! Eu tive a felicidade de O receber durante toda minha doença três vezes por semana em meu pobre e indigno coração.
“A cruz se tornava mais leve e os sofrimentos doces, quando eu pensava que teria a visita de Jesus, e o insigne favor de O possuir em meu coração” (Carta de 28 de abril de 1873, pp. 85-86).


 
(Manuscristo de Santa Bernadette com um exercício gramatical)