Jan 21, 2016

21 DE JANEIRO - DIA DE SANTA INÊS - MEDITEMOS ALGUMAS DE SUAS MENSAGENS DADAS AO VIDENTE MARCOS TADEU - NAS APARIÇÕES DE JACAREÍ SP BRASIL

21 DE JANEIRO - DIA DE SANTA INÊS - MEDITEMOS ALGUMAS DE SUAS MENSAGENS DADAS AO VIDENTE MARCOS TADEU - NAS APARIÇÕES DE JACAREÍ SP BRASIL





Jacareí, 01 de Janeiro de 2007




Mensagem de Santa Inês
“Irmãos Caríssimos, Eu, Inês, serva do Senhor e da Mãe de Deus, dou-vos hoje o meu amor e minha Paz.
Venho do Céu para vos oferecer Minha ajuda, Minha proteção e a Minha luz. Estou nas maiores alturas do paraíso, bem próxima da Mãe de Deus e da Santíssima Trindade. Posso muito ajudá-los e quero fazê-lo, mas a condição é que peçais a Minha intercessão, a Minha proteção e a minha ajuda.
Sede fiéis à oração do Rosário Meditado que o Marcos faz, pois é o Rosário que mais glorifica a Mãe de Deus e a Santíssima Trindade, pois nele o homem ouve a voz da própria Mãe de Deus nas Suas Mensagens a ensiná-lo, admoestá-lo adverti-lo, censurá-lo, encorajá-lo, iluminá-lo e discipliná-lo.
Sede fiéis na Trezena, na Setena, na Hora de São José, do Espírito Santo, na Hora da Paz. Sede fiéis a todas essas orações que os Sagrados Corações aqui vos deram e que o Marcos faz e dá para vocês. Essas orações são o alimento forte, santo e sadio e sempre conservará as vossas almas em perfeita saúde espiritual.
Aquele que rezar e for fiel a essas orações, nunca sofrerá de nenhuma doença espiritual... nunca! E se, por ventura, alguma vez tiver a infelicidade de adoecer espiritualmente, rapidamente se levantará e voltara de novo à saúde espiritual.
Eu, Inês, sou vossa irmã e amiga, quero, posso e devo ajudá-los. Mas rezai-me, invocai-Me nos sofrimentos, nas dificuldades e Eu serei como que um ‘muro de proteção’ à vossa volta para vos defender dos ataques de satanás, das tentações, dos maus pensamentos, dos maus desejos. E vos defenderei, vos darei forças nos momentos de provação.
Irmãos caríssimos, tende uma devoção profundíssima à Santíssima Virgem, pois eu vos digo, foi essa devoção que Me deu forças para vencer todos os sofrimentos e martírios e alcançar o Céu onde estou agora feliz para sempre.
Eu vos digo, de nada vale ao homem possuir tudo se não possui a verdadeira devoção à Mãe de Deus. Por isso amai-A, amai-A muito, certos de que jamais, jamais vencereis Nosso Senhor Jesus Cristo em Seu Amor à Santíssima Virgem, pois Ele foi o que mais A Amou. Por isso, nunca penseis que já A amais bastante ou até que A amais demais. Não! Ninguém jamais amará a Santíssima Virgem mais do que Jesus. Por isso... por isso amai-A muito, amai-A de tal forma que para vós amá-La seja mais precioso do que a própria vida.

Amai-A e antes desejai perder a vossa própria vida do que perder vosso amor e devoção por Ela. Metei a devoção à Santíssima Virgem dentro de vosso coração. Fechai-a a chave e jogai a chave em Minhas mãos para que eu a guarde de forma que o demônio nunca possa prejudicar, enfraquecer ou destruir esse amor e essa devoção à Mãe de Deus dentro dos vossos corações.
A todos, a Paz.”


JACAREÍ, 1º DE JANEIRO DE 2008
MENSAGEM DE SANTA INÊS 


“Marcos, amado Irmão Meu, como estou feliz por rever-te novamente! Há um ano atrás, Eu Inês, vinha juntamente com Águeda e a Nossa Rainha para te abençoar e para te confiar uma Mensagem.
Naquela ocasião, a Mãe de Deus disse que se Ela não fosse atrapalhada por vós, vos levaria a um alto grau de santidade. Hoje, repito-vos a mesma coisa: Se vós colaborardes, ou seja, se trabalhardes junto com a Mãe de Deus, Ela vos levará a um alto grau de santidade.
Infelizmente o ser humano, é muito mais decidido pelo pecado e pelo mal, do que pela virtude e pelo bem, satanás sabe disso e se aproveita desta fraqueza da natureza humana, para levar todos de abismo em abismo, até a perdição.
A natureza angélica não se cansa e a natureza de satanás embora decaída, é uma natureza angélica, portanto nunca se cansa de tentar o homem para o mal. Enquanto que o homem diante do sofrimento retrai-se, desanima, enquanto a sua vontade não é realizada, revolta-se e para. Esta loucura dos mortais é o que os leva à perdição.
Por isso, é necessário que se levantem os valorosos guerreiros da fé! Que lutem por Ela sem cansar, sem desanimar, sem retrair-se e que não tenham nenhum traço de pusilanimidade, de ânimo fraco. Somente quando estes valorosos guerreiros levantarem-se para trabalhar continuamente, mesmo sofrendo, para a glória de Deus e a salvação das almas, o mundo chegará à perfeita e verdadeira paz.
Convido-vos a imitardes a Minha constância, a imitardes a Minha fé, para que então. verdadeiramente Eu possa conduzir-vos àquela fidelidade e aquele amor que Deus espera de todos vós.
 O inimigo, o demônio não se vence com palavras, mas, o único modo de triunfar na tentação, é fechando a porta dos sentidos para ela e não consentindo com nenhuma imagem, sugestão, palavra ou ideia que o demônio sugira na vossa fantasia, na vossa imaginação.
Somente quando a porta dos sentidos se fecharem e entrardes na verdadeira fortaleza interior, no castelo interior de vossas almas, triunfareis de todas as tentações e de todas as sugestões do demônio.
 Eu, Inês exorto-vos mais uma vez: Permanecei fiéis à Santíssima Virgem Maria em sua Escola de Santidade e de Amor! Pois todos os que o fizeram triunfaram do demônio, da carne, do mundo e chegarão à bem aventurança eterna.
 Eu estarei sempre convosco, para vos ajudar. A cada dia que passa Eu vos amo mais.
A paz Marcos.”



1º DE NOVEMBRO DE 2013
MENSAGEM DE SANTA INÊS 
FESTA DE TODOS OS SANTOS

       (Santa Inês): “Amados irmãos Meus, Eu, Inês, vos abençoo hoje e vos digo: Dai tudo por tudo já que o Senhor vos deu todo o Seu Amor, todo o Seu Coração, toda a Sua Vida, todo o Seu Sangue. Dai a Ele também toda a vossa vida, todo o vosso amor, todo o vosso sangue, que Ele seja o único e o primeiro amor do vosso coração.
      No coração onde Jesus está presente, no coração que ama Jesus não há lugar para tristeza, nem mesmo para a pobreza interior. Dai então, portanto, o vosso coração a Jesus morrendo para as vossas vontades e vereis como Ele encherá o vosso coração com o Seu Amor, com a Sua alegria e a Sua paz.”



Participe das Aparições e orações do Santuário. Informe-se pelo TEL: (0XX12) 9 9701-2427
TRANSMISSÃO AO VIVO DOS CENÁCULOS.
SÁBADOS ÀS 16:00HS – DOMINGOS ÀS 10HS.





 Santa Inês, Virgem, Mártir
 Entre as heroínas da Igreja primitiva, que derramaram o sangue em testemunho da fé é Santa Inês aquela a que os Santos Doutores da Igreja tecem os maiores elogios. São Jerônimo, em referência a esta santa, escreve: “Todos os povos são unânimes em louvar Santa Inês, porque vencendo a fraqueza da idade e o tirano, coroou a virgindade com a morte do martírio”. De modo semelhante se exprimem Santo Ambrósio e Santo Agostinho. Com Maria Santíssima e Santa Tecla, Santa Inês é invocada para obter-se a virtude da pureza.
                                      Inês nasceu em Roma, descendente de família nobre. Logo que soube avaliar a excelência da pureza virginal, ofereceu-a a Deus, num santo voto. A riqueza, formosura e nobre origem de Inês fizeram com que diversos jovens, de famílias importantes de Roma a pedissem em casamento. A todos  Inês respondia que seu coração já pertencia a um esposo invisível a olhos humanos. Do amor ao ódio é só um passo.
                                      As declarações de amizade e afeto dos pretendentes seguiu-se a denúncia, que arrastou a donzela ao tribunal, para defender-se contra a acusação de ser cristã. A maneira por que o juiz a tratou para conseguir que abandonasse a religião, obedeceu ao programa costumeiro em tais ocasiões: elogios, desculpas, galanteios e promessas. Experimentada a ineficácia destes recursos, entravam em cena, imposições, ameaças, insultos, brutalidades. O juiz fez a Inês saborear todos os recursos da força inquisitorial da justiça romana.
                                      Inês não se perturbou. Mesmo quando lhe mostraram os instrumentos de tortura, cujo simples aspecto era bastante para causar espanto ao homem mais forte, Inês os olhou com indiferença e desprezo. Arrastada com bruteza ao lugar  onde se achavam imagens de deuses e intimada a queimar incenso, a donzela levantou as mãos puríssimas ao céu, para fazer o sinal da cruz. No auge do furor, vendo baldados todos os esforços e posta a ridículo sua autoridade, o juiz teve uma inspiração diabólica: de mandar a donzela a uma casa de pecado. Inês respondeu-lhe: “Jesus Cristo vela sobre a pureza de sua esposa e não permitirá que lh’a  roubem. Ele é meu defensor e abrigo. Podes derramar o meu sangue. Nunca, porém, conseguirás profanar o meu corpo, que é consagrado a Jesus Cristo”.
                                      A ordem do juiz foi executada e daí a pouco Inês se achava no lugar da prostituição. Dos diversos rapazes que lá estavam, só um teve o atrevimento de aproximar-se de Inês, com malignos intuitos. No momento, porém, em que ia estender a mão contra ela, caiu por terra , como fulminado por um raio. Os companheiros, tomados por um grande pavor, tiraram o corpo do infeliz e levaram-no para outro lugar. Não estava morto, como todos supuseram no primeiro momento, mas aos olhos faltou-lhes a luz. Inês rezou sobre ele e a cegueira desapareceu.
                                      O juiz, profundamente humilhado com esta inesperada vitória da Santa, deu ordem para que fosse decapitada.
                                      Ao ouvir esta sentença, a alma de Inês encheu-se de júbilo. Maior não podia ser a satisfação e a alegria da jovem noiva, ao ver aproximar-se o dia das núpcias, que o prazer que Inês experimentou, quando ouviu dos lábios do juiz o convite para as núpcias eternas com Jesus Cristo, seu celeste esposo. O  algoz tinha recebido ordem para, antes de executar a sentença de morte, convidar a Inês para prestar obediência à intimação do juiz. Feito pela última vez Inês com firmeza o rejeitou. Ajoelhando-se, inclinou a cabeça, ao que parecia para prestar a Deus a última adoração aqui na terra, quando a espada do algoz lhe deu o golpe de morte. Os circunstantes, vendo este triste e ao mesmo tempo grandioso espetáculo, soluçavam alto.
                                      Santa Inês completou o martírio aos 21 de janeiro de 304 ou 305. tendo apenas a idade de 13 anos. No tempo do imperador Constantino foi construída em Roma uma Igreja dedicada à gloriosa mártir.
                                      Santa Inês é padroeira das Filhas de Maria, por causa da sua pureza Angélica. Os jardineiros também a veneram como padroeira, por ser o modelo perfeito da pureza, como Maria Santíssima, que é chamada “hortus conclusus”, horto fechado. É padroeira dos noivos, por ter-se chamado esposa de Cristo. Do nome Inês há duas interpretações, a grega e a latina. Inês em grego é Hagne, isto é, pura; em latim, agna significa cordeirinho. Na Igreja latina prevaleceu esta interpretação. Dois dias depois da sua morte, a mártir apareceu a seus pais, acompanhada de um grupo de virgens, tendo ao seu lado um cordeirinho. Santo Agostinho admitia as duas interpretações. “Inês, diz ele, significa em latim um cordeirinho e em grego, a pura”. – No dia da festa desta Santa, na sua igreja em Roma são apresentados e bentos cordeirinhos, de cuja lã são confeccionados os “palliums” dos Arcebispos.
Reflexões:
                                      Admirável em Santa Inês é a fidelidade com que guardou o voto de castidade. Pessoas há que pressurosas  fazem promessas, principalmente quando se acham em dificuldades e tribulações. Com a mesma facilidade delas se esquecem ou pouco empenho fazem em cumprir o que a Deus prometeram. Com a facilidade com que prometem, pedem ao confessor comutação ou dispensa. Ninguém é obrigado a fazer promessas. Deve antes pensar, se lhe convém tomar tal compromisso e se estará em condições de solvê-lo. Melhor é nada prometer, do que não cumprir o que se prometeu. “Quando tiveres feito algum voto ao Senhor teu Deus, não tardarás em cumpri-lo;  porque o Senhor teu Deus te pedirá conta dele e se te demorares, ser-te-á  imputado  o pecado”. (Deut. 23,  21). “Se fizeste algum voto a Deus, trata de cumpri-lo logo; porque é desgraçada a promessa infiel e imprudente; mas cumpre tudo o que tiveres prometido. Muito melhor é não fazer voto algum, do que  depois de o fazer, não cumprir o prometido”. (Ecl. 5).
                                      Santa Inês defendeu heroicamente a virtude da pureza e Deus protegeu-a visivelmente. O impuro experimentará a ira de Deus. Sirva este aviso para afastar-te da impureza.
                                      Santa Inês preferiu a morte ao pecado e não ligou importância nem a ameaças, nem a promessas. Se queres conservar a virtude da pureza, fecha os ouvidos às vozes acariciadoras do mundo e foge das ocasiões. Onde estaria Santa Inês, se não tivesse heroicamente resistido à tentação?  Onde estarás na eternidade, se não imitares o exemplo desta gloriosa virgem e não desprezares firmemente os incitamentos do tentador? Combate o bom combate da fé e trabalha para conquistar a vida eterna”.(I. Tim. 6, 12)



Participe das Aparições e orações do Santuário. Informe-se pelo TEL: (0XX12) 9 9701-2427
TRANSMISSÃO AO VIVO DOS CENÁCULOS.
SÁBADOS ÀS 16:00HS – DOMINGOS ÀS 10HS.