Sep 23, 2016

COM A IRMÃ CONSOLATA A ORAÇÃO DO CORAÇÃO




Jesus, Maria, amo-Vos,
salvai almas
A importância desta breve mas poderosíssima invocação pode-se compreender pelas palavras que Jesus inspirou à Irmã M. Consolata Betrone, que lemos no seu diário:
Não te peço senão isto: um acto de amor contínuo, Jesus, Maria, amo-Vos, salvai almas.
Diz-Me Consolata, que oração mais bela Me podes fazer? Jesus, Maria, amo-Vos, salvai almas: amor e almas! Que queres de mais belo?
Tenho sede do teu acto de amor! Consolata, ama-Me muito, ama-Me somente, ama-Me sempre! Tenho sede de amor, mas do amor total, de corações não divididos. Ama-Me tu por todos e por cada coração humano que existe… Tenho tanta sede de amor… Dessedenta-Me tu… Tu o podes… Tu o queres! Coragem e avante!
Sabes porque é que não te permito tantas orações vocais? Porque o acto de amor é mais fecundo. Um “Jesus amo-Vos” repara mil blasfêmias. Lembra-te de que um acto perfeito de amor decide a salvação eterna de uma alma. Portanto, tem remorso de perder um só Jesus, Maria, amo-Vos, salvai almas.
São maravilhosas as palavras de Jesus que exprimem a sua alegria por esta invocação e, mais ainda, pelas almas que com ela podem alcançar a salvação eterna… Esta consoladora promessa encontramo-la muitas vezes nos escritos da Irmã M. Consolata, a quem Jesus convida a intensificar e a oferecer o seu amor:
Não percas tempo, porque cada acto de amor representa uma alma. De todos os dons, o maior que tu Me podes oferecer é um dia cheio de amor.
Eu desejo um incessante Jesus, Maria, amo-Vos, salvai almas desde que te levantas até te deitares.
Jesus não pode ser mais explícito e a Irmã M. Consolata exprime-se assim:
Assim que acordo, de manhã, começar logo o acto de amor e, com a força da vontade, não o interromper até adormecer à noite, pedindo que durante o meu sono o meu Anjo da Guarda reze em meu lugar… Manter este propósito, renovando-o constantemente de manhã e à noite.
Passar bem o meu dia… sempre unida a Jesus com o acto de amor; Ele infundirá em mim a sua paciência, fortaleza e generosidade.
O acto de amor, que Jesus quer que seja incessante, não depende das palavras que se pronunciam com os lábios, mas é um acto interior, da mente que pensa em amar, da vontade que quer amar e do coração que ama. A fórmula 'Jesus, Maria, amo-Vos, salvai almasé simplesmente uma ajuda.
Se uma criatura de boa vontade Me quiser amar e fizer da sua vida um acto de amor, desde que se levanta até adormecer, (com o coração, entenda-se), Eu farei loucuras por essa alma … Tenho sede de amor, tenho sede de ser amado pelas minhas criaturas. Para chegar até Mim, as almas crêem que seja necessária uma vida austera, penitente. Olha como Me desfiguram! Julgam-Me temível, ao passo que Eu sou unicamente Bom! Como se esquecem do preceito que Eu vos dei: "amarás o Senhor teu Deus com todo o teu coração, com toda a tua alma…" Hoje, como ontem, como amanhã, às minhas criaturas Eu pedirei só e sempre amor.