quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

DIA DE SANTA APOLÔNIA - 09 DE FEVEREIRO - MENSAGEM DADA NAS APARIÇÕES DE JACAREÍ SP BRASIL EM 23.03.2008 e 14.09.2008 COMUNICADAS AO VIDENTE MARCOS TADEU TEIXEIRA

JACAREÍ, 14 DE SETEMBRO DE 2008
MENSAGEM DE SANTA APOLÔNIA

VÍDEO:

https://youtu.be/WO2uSwDyzc0


DIA DE SANTA APOLÔNIA - 09 DE FEVEREIRO - MENSAGEM DADA NAS APARIÇÕES DE JACAREÍ SP BRASIL EM 23.03.2008 COMUNICADA AO VIDENTE MARCOS TADEU TEIXEIRA







JACAREÍ, 23 DE MARÇO DE 2008
CENÁCULO DO DOMINGO DE PÁSCOA
CAPELA DAS APARIÇÕES NO SANTUÁRIO DE JACAREÍ/SP
MENSAGENS DE NOSSA SENHORA E SANTA APOLÔNIA





MENSAGEM DE SANTA APOLÔNIA
"-Irmãos caríssimos... Eu, Apolônia, serva de DEUS, serva de MARIA SANTÍSSIMA abençoo-vos hoje!
Como vós bem sabeis Sou a mártir do SENHOR, fui torturada e tive todos os Meus dentes arrancados com alicates por amor ao Meu JESUS; a quem havia Me consagrado e a quem amava de todo o Meu Coração, não desejando ser de mais ninguém a não ser do Meu JESUS e é claro, da sua MÃE SANTÍSSIMA que d'Ele é inseparável!
Dei a Minha vida, por amor a DEUS, porque Ele merecia que Eu lhe desse tudo e se outras mil vidas Eu tivesse, tantas quantas Eu teria dado por Teu amor.
E vós que fazeis? Tendes amado o SENHOR com todas as forças dos vossos corações? Ele tem sido o vosso verdadeiro, único e exclusivo amor? Já sabeis que fora de DEUS não tens licença de amar nada, só podeis amar as criaturas de DEUS, em DEUS e na medida predisposta por Ele. É assim que viveis? É assim o vosso amor? Ou ainda estais colocando a criatura no lugar do criador e adorando-a como se ela fosse DEUS?
Será que não estais colocando a vós mesmos, o que é muito pior, no lugar de DEUS para vos adorardes como se fosse a DEUS?
Eu vos chamo a uma conversão radical do vosso coração, colocando todas as outras coisas no seu devido lugar, ou seja; em último lugar... e colocando a DEUS e a MARIA SANTÍSSIMA no primeiro lugar!
Aqui nestas Aparições, devereis aprender o verdadeiro amor; devereis ser formados no amor de forma que vos torneis portanto, mais amantes de DEUS e da VIRGEM MARIA que o mundo jamais viu nem conheceu.
Para tanto do Céu Ela tem descido aqui todos os dias, vós estais aprendendo bem o ensinamento que vos é dado?
Tendes rezado para que a vossa inteligência se abra para compreender? Tendes rezado para que os vossos Corações se abram e se iluminem para entender e amar o que conheceis?
Aqui neste lugar o SENHOR preparou planos grandiosíssimos para cada um, que serão realizados mais ou menos de acordo com o grau do amor, da fé, do esforço e da obediência de cada um.
Sabeis que estais destinados a belas moradas, a altíssimos lugares no Céu; mas que só serão dados se vós corresponderdes aos desígnios d'Aquele que desde o alto de Seu Trono vos amou, vos escolheu, vos chamou e presenteou...
Estou convosco... para que consigais chegar gloriosamente à vitória de vossas almas no Céu!
Deveis invocar-Me a todo o tempo; deveis ter uma verdadeira vida de Comunhão e União Comigo e com os outros Santos do SENHOR...
A Nossa existência, a verdade da Nossa presença, não seja nunca para vós apenas idéia teórica; mas seja verdadeiramente: vida, união e laço de amor que une vossas almas Conosco.
Sou a vossa irmã maior, mais velha, crescida; que já está na plenitude da idade de CRISTO no Céu... Por isso sei como ajudá-los, posso ajudar-vos e quero ensinar-vos!
Sede Meus alunos dóceis! Aprendei de Mim que já consegui e conquistei a Coroa da Glória Eterna. Aprendei de Mim que Sou santa e pura de coração e sereis então; verdadeiros filhos de DEUS, muito amados por Ele; sua imagem, semelhança e espelho limpíssimo que pode refletir perfeitamente a santidade da VIRGEM MARIA...
Segui em frente, sem deixar que nada perturbe vossa paz! Viveis nos tempos mais maus de toda a história da humanidade, por isso o demônio muito vos atormenta; com sofrimentos, dificuldades, provações, com a solidão e a incompreensão do mundo. Mas não deveis prestar atenção a ele, nem às suas provocações, intimidações ou sugestões!
Triunfai dele mantendo os vossos olhos fixos na Estrela Celestial que é MARIA SANTÍSSIMA e não olheis para a matéria, para o pó da terra um instante sequer! Se não quiserdes tomar a forma ou semelhança do pó desta terra!
Mantende os vossos olhos fixos na Estrela Celeste, na Estrela da Manhã que é MARIA SANTÍSSIMA e sempre tereis em vós a semelhança das feições d'Ela...
Amo-vos a todos e hoje abençoo com a VIRGEM Gloriosa da Ressurreição...
Regressarei, voltarei aqui no mês de junho, no 2º Domingo para vos dar nova benção e novas recomendações que o ALTÍSSIMO aqui Me confiou. A paz!..."

9 de fevereiro - Dia de Sua Festa




Vida Santa Apolônia

Existia no ano de 248, na cidade de Alexandria, um célebre feiticeiro, que profetizava uma grande desgraça, de que a cidade seria vítima, se os adoradores dos deuses não resolvessem a exterminar os cristãos, que eram seus maiores inimigos. O povo deu crédito às predições do embusteiro, e abriu forte campanha contra os discípulos de Cristo.
                                                 Uma das vítimas da cruel e estúpida perseguição foi Apolônia, donzela conhecida na cidade e estimada pelas suas virtudes. Levada ao templo pagão e intimada a prestar homenagens às divindades, resolutamente se negou, dizendo: “Meu Deus é Jesus Cristo e só a ele adorarei. Enquanto tiver vida, minha língua louvará a Deus, meu Senhor”.
                                                 Os algozes pagãos ouvindo estas palavras, armaram-se de pedras e quebraram-lhe os dentes. Apolônia, horrivelmente machucada e sentindo fortíssimas dores, levantou os olhos ao céu, sem pronunciar uma palavra, sem soltar um só gemido. Em vista desta firmeza, os pagãos ameaçaram-na com a fogueira. Apolônia respondeu: “Como poderia trair aquele que meu coração escolheu, o meu Esposo, de quem é todo o meu amor? Não o farei. Antes sofrer morte crudelíssima e morrer mil vezes, que abandonar a meu Jesus”. Fizeram então os pagãos uma grande fogueira e puseram a donzela diante da seguinte alternativa: “Ou agora mesmo sacrificas aos deuses, ou te lançamos viva ao fogo”. Apolônia não respondeu, deteve-se um momento, como se quisesse deliberar alguma coisa e de repente, com um movimento brusco, desembaraçando-se das mãos dos algozes, se lançou ao fogo. As chamas consumiram-lhe inteiramente o corpo. Os cristãos procuraram depois os ossos da mártir e guardaram-nos com muito respeito. Em Roma foi construída uma igreja em honra de Santa Apolônia.
                                                 O nome da santa Mártir goza de grande veneração entre o povo cristão. Invocam-lhe a intercessão nos sofrimentos dos dentes.
                                                 A Igreja Católica não aprova o suicídio, ainda que os motivos sejam iguais aos que levou a mártir Apolônia a buscar a morte. Os Santos Padres, embora não justifiquem o suicídio de Santa Apolônia, nem tão pouco o propõe aos cristãos, como exemplo para imitar. Os mesmos Santos Padres explicam-no, supondo em Apolônia, uma inspiração superior e grande desejo de estar com Jesus Cristo, seu divino Esposo. O martírio de Santa Apolônia deu-se a 9 de fevereiro em 248 ou 249.

Reflexões:

                                                 A admirável constância na fé, que Santa Apolônia revelou no meio de bárbaras torturas e desumanos tormentos, teve sua fonte no amor a Jesus Cristo. Só o amor a Deus é capaz de dar ao homem força e coragem para fazer os maiores sacrifícios. O amor de Deus transforma o homem carnal e egoísta, e fá-lo esquecer as comodidades e prazeres da vida. A alma que tem amor a Deus, despreza a dor, o escárnio do mundo e procura unicamente agradar ao seu supremo Senhor.
                                                 Dores e tormentos, longe de serem consideradas uma desgraça para o homem, amigo de Deus, são por ele recebidos e aproveitados, como meios poderosos de desenganá-lo  cada vez mais do mundo e uni-lo ao Bem Supremo.  Eis a explicação da alegria dos mártires, fato estranhável que observamos nos heróis do cristianismo: em vez de seguirem o impulso natural do homem, que se entristece desespera na presença da morte iminente, mostram-se alegres e entoam hinos de louvores.
                                                 O modo por que Santa Apolônia pôs termo à existência não nos pode e nem deve servir de exemplo, para o imitarmos. Não é lícito a ninguém, nem aos próprios médicos, acelerar a morte, por mais inevitável que seja. Se os Santos Padres elogiam a coragem de Santa Apolônia, é por que razão  reconhecem  nesse proceder uma inspiração do Espírito Santo, e o impulso do  ardente amor a Jesus Cristo, a quem desejava confessar viva e morta.

Nenhum comentário:

AddThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...