sexta-feira, 23 de junho de 2017

DE COMO CONSIDERAR AS VANTAGENS E O BEM-ESTAR DA SOLIDÃO-CAPÍTULO VII – LIVRO IMITAÇÃO DE MARIA




CAPÍTULO VII – LIVRO IMITAÇÃO DE MARIA
DE COMO CONSIDERAR AS VANTAGENS E O BEM-ESTAR DA SOLIDÃO

O Servo - Dias bem tranquilos e serenos, ó Virgem Santa, teriam sido certamente aqueles que passastes no Templo. Pacífica e comodamente gozastes o prazer das comunicações divinas. E dentro de vós mesma preparavas um Templo mais glorioso e mais digno de Deus.
O vosso espírito vivia cheio de um pensamento só: a presença de Deus, cujas grandezas e perfeições não cessáveis de contemplar. O "bem-amado" era "tudo para vós" e vós éreis "tudo para ele".
O que o mundo pode apresentar de mais rico e mais belo era uma bagatela aos vossos olhos.
Maria - Na verdade, filho meu, é na solidão afastada do mundo que uma alma pode passar felizes dias. Só de Deus se preocupa como se nada mais houvesse na terra senão Ele e a sua alma. O espírito mergulha-se no recolhimento para só escutar a voz de seu Deus. Nada há que interrompa a voz do coração, falando incessantemente a Deus.
Todo o prazer dessa alma, toda a sua glória e riqueza, ela vai buscar nestas curtas palavras, a repetir com amor: "Sois o Deus do meu coração" (SI 72,26). "Sentada", como a esposa sagrada, "à sombra do bem-amado" (Ct 2,3), pensa com compaixão nas atividades a que se entregam os homens à procura de riquezas e opulências.
Ela não compreende como se ame outra coisa fora do que ela ama. Pouco a interessa tudo o que na terra se passa. O que ela ama é o que foi sempre, e sempre será o que é, o mesmo Deus tão santo e tão amável. E a alma tira deste pensamento um motivo constante de alegrias novas. Quando Deus quer transmitir a uma alma as suas divinas lições, "a conduz à solidão" e "lhe fala ao coração" (Os 2,16).
Pede-lhe, pois, meu filho, este gosto de recolhimento, este espírito de retiro, que tinham os santos. Ama viver longe do mundo, onde não apareças senão por necessidade. Quando a necessidade a isso te obrigar, imita a pomba que se viu constrangida a sair da arca, mas rapidamente para lá voltou, visto que, fora da arca, lugar não achou o seu descanso.
Se, cautelosamente, não fugires ao mundo, logo dele tomarás os gostos; e do momento em que gostares das coisas do mundo, já te não agradarão as coisas que são de Deus.
A esposa dos Cânticos procurou o seu bem-amado nas ruas de Jerusalém, mas não o encontrou. Confessa que jamais saíste das conversas do mundo sem que mais culpado estivesses aos olhos de Deus, mais ainda do que antes. É necessário o amor do recolhimento, para que em público se apareça com segurança.
Na vida retirada é que se aprende a maneira de falar, quando se está no mundo.
É a vida retirada um dos meios mais poderosos de conservar alguém sua inocência. Nada entibia tanto a virtude do homem quanto a frequente companhia dos homens.
Poder-se-á, porventura, respirar uma atmosfera tão contagiosa como a do mundo sem sentir os efeitos do seu contágio? Retira-te muitas vezes para a solidão, onde respirarás um ar mais puro.
Os santos solitários confessavam só se achar em estado de conversar familiarmente com Deus depois que se apartavam dos negócios e do contato do mundo.
Meu filho, Deus se delicia em se achar contigo. Delicia-te também em ficarem com Deus. Mas em lugar nenhum o encontrarás tão bem como na solidão. Nesta, melhor descerrarás de ti o véu que te oculta os pensamentos íntimos e lhe poderás dizer mais livremente os teus sentimentos, com toda a liberdade de uma confiança respeitosa.
Então, ele fará que te nasçam no espirito com maior facilidade pensamentos de alívio para as tuas penas, que acalmem os teus temores, que dissipem as tuas dúvidas e ensinem como te conduzires com prudência em todas as coisas.

É na solidão, enfim, que o teu coração escutará de Deus aquela voz secreta que Lhe é própria; que o coração dele te falará uma linguagem só entendida pelos seus amigos e capaz de imprimir na alma verdades cujo conhecimento é pura obra da caridade divina.


ESCUTE ESTA RÁDIO!


quinta-feira, 22 de junho de 2017

QUE NOS ENTREGUEMOS INTEIRAMENTE A DEUS E PARA SEMPRE-CAPÍTULO VI - LIVRO IMITAÇÃO DE MARIA


CAPÍTULO VI - LIVRO IMITAÇÃO DE MARIA
QUE NOS ENTREGUEMOS INTEIRAMENTE A DEUS E PARA SEMPRE

O Servo - Ó fervorosa Virgem, não só vos destes a Deus desde cedo, senão que a ele vos entregastes sem reservas ou restrições. Sacrificastes completamente por Ele a vossa liberdade, para que outra não fosse a vossa vontade senão a dele. Nenhuma satisfação quiseste neste mundo senão a de agradar a Deus; nenhum prazer senão o de vos privardes de tudo por seu amor.
Jamais desmentistes a vós mesma: pelos caminhos traçados por Deus constantemente andastes, acumulando cada dia progressos sobre progressos. O vosso exemplo é uma condenação às minhas inconstâncias no serviço a Deus, às minhas atitudes para com Deus. Coro de vergonha do meu procedimento, Senhora, pois sendo Deus sempre o mesmo para mim, fora justo de minha parte retribuir-lhe com o mesmo devotamente e a mesma fidelidade.
Maria - Mas, filho meu, por que te detiveste depois de tão bem haveres começado? Porventura, hoje como outrora não será Deus o mesmo Deus, o grande e amável Mestre, com quem sempre mantiveste as mesmas relações?
Em qualquer tempo de tua vida, não é verdade que dependes igualmente dele?
A obrigação de seres dele integralmente não é igual em qualquer tempo?
Se em idade avanças, aumentam os favores de Deus, e pois deve aumentar também o teu reconhecimento e conseguintemente a tua fidelidade.
Lembra-te que Deus formou o teu coração, e só para ele é que o fez, para só Ele ser o único Mestre do teu coração. Ele não te disse: empresta-me o teu coração, senão: "dá-me teu coração".
Foste fiel à sua voz, consagrando-Lhe teu coração. Que direito te assiste agora de o pedires de volta?
Honrarás demasiadamente ao mundo, se lhe deres um lugarzinho nas tuas afeições. Dar a Deus este rival é fazer-Lhe um grande insulto.

Disseste que te considerarias o maior dos desgraçados, se incluído não estiveras entre os amigos de Deus. Mas aos olhos deste Deus ciumento, como não se apresentaria um amigo fraco e negligente!
O teu Deus não pensa que te dá em demasia. Ele próprio que todo se entrega a ti. Por que não seres, portanto, todo dele? Dá-lhe tudo, e junto dele tudo encontrarás.
O mundo, tudo o que é mundo nada vale diante daquele para quem Deus se fez tudo, e para quem todo o bem a Deus atribui, dizendo como fazia um grande santo, ao exclamar dos recessos do coração: "Meu Deus e meu Tudo!"
O Servo - Fraco como sou, é de uma graça poderosa que careço, ó Virgem Santa, a fim de que vos possa acompanhar os passos, aproveitando os conselhos que me destes. Rogai por mim, ao mesmo tempo em que me estimulais com o exemplo do vosso fervor, para que me venham por Vós os necessários socorros.
Ai de mim! Como poderei oferecer a Jesus meu coração, já agora tão cheio de inconstâncias e infidelidades?
Salva-me, porém, o pensar que a sua cólera não subsiste contra "um coração contrito e humilhado", nem contra a vossa mediação. "Mãe de misericórdia, dignai-vos reconciliar-me com O vosso Filho. E digne-se este Deus Salvador encher-me de graças o coração, pela vossa intercessão, de tal maneira que nada mais conheça este coração que o desvie ou o perturbe no serviço de tão bom Mestre, e que sejam só para Deus os seus anelos.


 

ESCUTE ESTA RÁDIO!


quarta-feira, 21 de junho de 2017

DE COMO É NECESSÁRIO NOS ENTREGARMOS A DEUS DESDE CEDO-CAPÍTULO V-LIVRO IMITAÇÃO DE MARIA



CAPÍTULO V
LIVRO IMITAÇÃO DE MARIA
DE COMO É NECESSÁRIO NOS ENTREGARMOS A DEUS DESDE CEDO

"Escuta, minha filha, atentamente o que te vou dizer. Esquece teu povo e a casa de teu pai. E cobiçará o Rei a tua beleza porque Ele é o Senhor teu Deus, a quem adorarás" (Sl 44,1-12).
Cedo, com efeito, escutou Maria a voz divina que a chamava ao retiro, deixando desde o início da vida a casa paterna, a fim de se consagrar no Templo a Deus. Nada a deteve, nem em sua mocidade, nem a fraqueza do corpo, nem a afeição de seus pais.
Tudo o que retarda o sacrifício de um coração que só a Deus busca e que só a Ele ama, aflige esse coração, porque igualmente retarda a sua felicidade.

No recolhimento do Templo, dedicou. Maria a preencher, tanto quanto possível, as funções que lhe eram destinadas, conforme, sua idade e as suas forças. O tempo em que descansava daqueles deveres, ela o empregava na prece e na meditação.
Era assim que se dispunha para quantas graças especiais houvesse de receber, segundo os insondáveis desígnios de Deus.
Ó Filha do Soberano dos Céus, como são graciosos os vossos primeiros passos e que gloriosos!
Vosso exemplo será imitado.
"Após ela, serão ao Rei apresentadas Virgens" inúmeras, as quais "se consagrarão com alegria e com júbilo no Templo do Rei" dos reis (SI 44,16).
A oferenda que fizerem a Deus de sua mocidade, de seu coração, de sua liberdade, de si mesmas, inteiramente, valerá como perfeita glorificação à Majestade divina.
Esta, em troco da glorificação, as cobrirá de bênçãos por toda a vida. Como se enganam os que julgam incompatíveis entre si a mocidade e a virtude!
Maria e os santos experimentaram quão "vantajoso é trazer o homem desde a juventude o jugo do Senhor" (Tren 3,27).

Será digno da majestade de Deus nada se lhe dedicar senão os miseráveis restos de uma vida que inteiramente nos foi dada para a empregarmos no serviço dele?
Que sacrifício terá feito para Deus quem esperou, a fim de se colocar ao seu serviço, o momento em que estivesse sem forças e recursos para o mundo?
A este, que só se resolve a trazer o jugo do Senhor depois de se ter fatigado das coisas do mundo, faz temer que o não consiga senão à custa de muita impaciência. Dizem muitos que a Deus se entregarão em idade mais avançada. Estará, porém, certo de alcançar a idade que se espera? Ou, por outra, se à velhice se chega, estará certo de que a reforma da vida será tão fácil como se supõe?
A experiência tem demonstrado que em uma idade mais avançada, mais instruído se pode ser, mas nem sempre se é mais sábio.
"Senhor, Senhor (diziam as virgens insensatas na parábola do Evangelho), abre-nos a porta" (Mt 25,11). Muito tarde, porém, chegaram elas, e foi inutilmente que bateram à porta.
Feliz daquele que se prepara desde a primeira idade até o dia de aparecer diante do Juiz Soberano, a quem teremos de prestar contas de toda a vida! Quem a Deus não dá o princípio de sua vida, é certo que receie que Deus o puna, não lhe permitindo alcançar o que quer.
Ó meu Deus, quanto tempo passei sem vos amar! Se facilmente me consolo, enfim, terei por acaso o direito de dizer que começo a vos amar?
Que pena não estar agora nos dias de minha infância. Espírito e coração, pensamentos e afetos, tudo, então, o que é meu seria somente para vós. Rendo-vos graças pela grande misericórdia de me conservardes a vida no tempo em que nada fazia para Vós, senão que tudo contra vós, porque no erro e no pecado eu vivia!

Até o derradeiro suspiro, servirei ao Senhor, amparado pela vossa graça. E tanto mais fielmente eu o desejo, quanto mais tardiamente comecei a vos servir e vos amar.


ESCUTE ESTA RÁDIO!


JACAREÍ,14.04.2013 -VÍDEO-APARIÇÃO E MENSAGEM DE NOSSA SENHORA E PALESTRA DO V...

21 DE JUNHO-DIA DE SÃO LUIZ GONZAGA-MEDITEMOS SUA LINDA MENSAGEM DADA NAS APARIÇÕES DE JACAREÍ NO DIA 14.04.2013 AO VIDENTE MARCOS TADEU TEIXEIRA

 JACAREÍ,  14 DE ABRIL DE 2013
GRANDE CENÁCULO DO MÊS DE ABRIL 
MENSAGEM DE SÃO LUIZ GONZAGA
Comunicada ao Vidente Marcos Tadeu






(SÃO LUIZ GONZAGA): “Amados irmãos Meus, Eu Luiz Gonzaga, exulto de alegria por poder vir dar-vos a Minha primeira Mensagem. Oh, como vos amo! Oh, quanto vos quero bem! Oh, quanto quero ajudar-vos a chegardes à alta santidade para a maior glória de Deus, da Virgem Imaculada e de São José, por isso digo-vos: Renunciai a todo o pecado, porque o pecado mata a vida da graça santificante nas vossas almas. Deplorai o pecado e deixai o pecado de uma vez por todas, para que Satanás não possa ter nenhuma influência sobre vós e para que assim, aumente a influência do Divino Espírito Santo para que com Seus divinos influxos impulsione sempre mais as vossas almas sempre mais à frente no caminho da santidade.
         Renunciai a todo o pecado, pois o pecado corta o elo divino que vos une ao Senhor, que vos une à Mãe de Deus e com isso, vós perdeis as graças necessárias para a vossa santificação tornando-vos cada vez mais tíbios, lânguidos e cada vez mais obscurecidos pelas trevas do mal. Se renunciardes ao pecado, a vossa alma, bem unida, ligada ao Senhor e à Mãe de Deus receberá Deles os influxos necessários, as graças necessárias para a vossa santificação, e então vos digo: Nem todo o inferno poderá fazer nada contra vós. Se o vosso amor for verdadeiro, se o vosso amor for fiel e puro, ainda que tenhais pequenos defeitos na vossa pessoa, isso não vos impedirá de serdes santos, nem mesmo a privação de tantas coisas que amais vos impedirá de serdes santos.
         O amor, o verdadeiro amor dentro de vós será decisivo para a vossa santificação. Não sejais daqueles que coam um mosquito e engolem um camelo, ou seja, que se preocupam com coisas vãs e insignificantes e deixam crescer cada vez mais o pecado na vossa alma. Oh, não! Não vivais em paz com os vossos pecados, pois se isto fizerdes a vossa alma certamente se condenará. Fazei guerra aos vossos defeitos e pecados e junto com a oração crescei cada vez mais em boas obras diante de Deus. Pouco e nada vale rezar, mas não fazer guerra aos próprios defeitos e pecados, pouco e nada vale manter uma aparência exterior de ser servo de Deus, se o interior está completamente carcomido pelo cupim do pecado, especialmente daqueles pecados que vós não mortificais, contra os quais não lutais e que deixais silenciosamente carcomer a vossa alma como um cupim voraz. Oh, não! Extirpai até o mínimo pecado do vosso coração para que então, ele seja belo, puro, santo, íntegro, honesto, verdadeiro servo do Senhor e então a vossa oração será aceita pelo Senhor com agrado e prazer. E então Ele realizará nas vossas vidas o Seu Plano de Amor e até muitas graças que vós Lhe pedis na oração. A Oração só é agradável ao Senhor quando acompanhada do sim do coração, do esforço sincero por vencer o pecado, combater os defeitos e crescer no caminho da santidade. Se pelo menos tiverdes esta intenção pura, este desejo, já é o suficiente para que a vossa oração seja acolhida no Céu e realize na vossa vida grandes milagres, grandes graças retumbantes de amor.
         Eu, Luiz, vos peço: Renunciai a todo pecado, pois o pecado é o causador de todos os males, dores, discórdias, guerras, tragédias e infelicidade que existem e acontecem no mundo. Se os homens renunciassem ao pecado eram abençoados por Deus e Deus lhes daria uma vida tão harmoniosa, tão bela e tão pacífica quanto aquela que os primeiros Pais tinham no Paraíso. Propagai mais o Santo Rosário, porque o Rosário extirpará as heresias, combaterá os vícios e o pecado, dará às almas a força interior para renunciarem a todo o tipo de pecado e responderem sempre mais sim ao Senhor. Continuai com o Terço das Lágrimas de Sangue, com as Horas de Oração que os Sagrados Corações vos mandaram fazer Aqui, porque com essas orações vossas almas são fortes, os grupos de oração são fortes e através das vossas orações o demônio é sempre mais derrotado no mundo.
         Eu, Luiz, prometo rogar por todos vós junto dos Sagrados Corações, para conseguir para vós as graças necessárias para a vossa santificação, mas vós também rezai. Muito do que Eu poderei alcançar para vós não depende só da Minha Oração, mas também da vossa, então, juntos rezemos e alcançaremos o milagre da Divina Misericórdia para este mundo decaído no pecado. E então, as famílias, a juventude, a sociedade, a infância, a Igreja que agora está como uma leprosa repleta de chagas, abertas nela pelos seus próprios pastores, os bispos e sacerdotes que acolheram no seu interior: os erros do progressismo, do modernismo, do comunismo, do protestantismo e de tantos males infernais juntos. Com a Nossa Oração alcançaremos o milagre da Divina Misericórdia que fará a Igreja e a humanidade golpeadas de morte ressuscitarem para um novo tempo de santidade e de graça que Nós do Céu pedimos todos os dias para vós e tanto queremos trazer para vós. Sobre este Santuário, sobre este Local Sagrado, hoje, desce uma abundante chuva de bênçãos dos Sagrados Corações de Jesus, da Mãe de Deus e principalmente de São José, porque hoje Ele olha com agrado, com predileção e com suma alegria para a grande Imagem do Seu Amantíssimo Coração colocada Aqui no pátio deste Santuário. Sim, através desta nova Imagem o Coração de São José multiplicará ainda mais as Suas graças, as Suas bênçãos e converterá muitos corações endurecidos.
         Em verdade Eu digo: Todo aquele que se ajoelhar perante esta Imagem e com o coração sincero suplicar o auxílio de São José, a essa alma, a esse filho será mostrada a estrada segura da santidade e esta alma caminhará com passo firme na estrada da perfeição, pois não somente São José, mas também Eu e todos os Santos do Paraíso pegaremos a mão desta pessoa e conduziremos esta alma seguramente à gloria do Céu.
         A todos vós hoje, abençoo com grande amor e especialmente a ti Marcos, que há tantos anos sei que Me amas, sei que Me rezas e sei que sempre estas Comigo.”

(Marcos:) “Sim... Até breve! Volte logo sim, amado Luiz!”


São Luís Gonzaga (1568 – 1591)
21 de junho
Padroeiro da juventude
“...Porém é um só e o mesmo espírito quem faz tudo isso. Ele dá um Dom diferente para cada pessoa, conforme ele quer”. (1 Cor. 12, 11)
A vida de nosso jovem
O dia 09 de março amanhece cheio de expectativa no Castelo de Castiglione, a nobre Laura Gonzaga esta para dar a luz ao primogênito de seus 8 filhos. Os trabalhados de parto estavam difíceis e todos lá temiam pela vida da mãe e da criança. Foi então que, por inspiração divina, Dona Laura fez uma promessa a Nossa Senhora de Loreto, de consagrar-lhe esse primeiro filho e de levá-lo em peregrinação ao seu santuário, tão logo ambos se recuperassem. Imediatamente o menino nasceu, e com grande alegria. Puseram-lhe o nome de Luís, Luís de Gonzaga.
O recém-nascido haveria de ser a maior glória da dinastia dos Gonzaga, uma das mais ilustres de toda a Itália. Seu pai, Fernando Gonzaga, era Marquês de Castiglione e príncipe do Sacro Império.
Desde muito pequeno, Luis gostava de ouvir falar de Deus; da mãe herdara a piedade e as virtudes cristãs e do pai o espírito determinado e corajoso dos militares.
Aos 5 anos, o pequeno nobre, recebe de presente de seu pai, uma pequena armadura, elmo espadinha e um pequeno arcabuz de verdade; assim fardado foi levado para o acampamento e para revista das tropas.
Luís gostava de estar junto das tropas, imitava seus gestos e muitas vezes até os palavrões, sem saber o que significavam. Foi então que seu tutor chamou sua atenção dizendo que aquela não era linguagem de lábios limpos e puros. Luis comoveu-se as lagrimas e por toda a sua vida dizia que aquele episódio marcou a sua conversão, tinha somente 5 anos.
A partir dos 7 anos, despertou de maneira mais intensa o interesse pela vida de oração e pela vida espiritual. Em seu coração nutria um grande amor pela Santíssima Virgem Maria e para ela dispensava longas e carinhosas manifestações de sua devoção.
Apesar dos fortes apelos da sociedade e das outras crianças da época, que sonhavam com as glórias das conquistas militares e das honras da nobreza, o pequeno Luis cada dia crescia nas virtudes cristãs.
Aos 9 anos de idade consagrou sua vida a Virgem Maria, fazendo voto de castidade perpétua, muito embora sem o conhecimento de seus pais.
Quando tinha 10 anos, durante uma das viagens de seus pais, recebeu, no castelo, o então cardeal-arcebispo de Milão, São Carlos Borromeu. Este ficou encantado com a pureza e santidade, tendo declarado: “Que jamais encontrara jovem que, em tal idade, atingisse tão elevada perfeição”. O próprio cardeal administrou-lhe a primeira comunhão, aconselhando-o a pratica da comunhão freqüente e a leitura do catecismo romano.
Luis crescia em idade e sabedoria diante de Deus e dos homens, a meditação continua tornou-se hábito constante a ponto de um de seus criados afirmar: “Todos seus pensamentos estavam fixos em Deus. Fugia dos jogos, dos espetáculos e das festas. Se dizíamos algum palavrão, logo chamava-nos e repreendia-nos com toda caridade”.
Viveu em plena época do renascimento, estudou as línguas clássicas, chegando a escrever latim em sua essência. Foi em latim que fez o discurso de saudação ao monarca espanhol Felipe II quando da sua vitória sobre Portugal.
No ano de 1581, com 13 anos, foi levado pelo pai para a Espanha, onde reinava Felipe II. Ele foi para lá para ser pajem dos infantes daquele país.
Aos 16 anos, sentindo no coração imenso desejo de viver totalmente sua vocação dedicada a Deus e ao próximo, apresenta ao marquês, seu pai, suas intenções, que com grande dificuldade deu o seu sim, pois Luis representava a garantia de sucessão!
No dia 1º de novembro de 1585, aos 17 anos, diante dos pais e parentes mais próximos, Luis renunciou aos direitos de primogênito, aos bens e aos títulos em favor de seu irmão Rodolfo.
A companhia de Jesus (Jesuítas)
O jovem Luís apresentou-se ao superior da companhia de Jesus, em Roma, tendo 18 anos incompletos. Foi aceito como noviço, e como tal, mostrou-se espiritualmente preparado para vida sacerdotal e religiosa.
Para ele era sempre uma alegria poder ajudar na cozinha e na limpeza da casa. Visitava doentes e encarcerados. Não tinha vergonha de percorrer as ruas de Roma para esmolar, com um saco as costas, o que era necessário para a comunidade.
Dedicava-se de corpo e alma à contemplação da vida de Cristo, principalmente a Paixão e Morte de Jesus.
Cultivava grande devoção a Virgem Maria, ao Santíssimo Sacramento e ao seu anjo da guarda, em todas as ocasiões, mantinha uma profunda intimidade com Deus, meditava por horas seguidas, a Paixão de Jesus e para todos dizia: “Aquele que não é homem de oração não chegara jamais a um ato grande de santidade nem jamais triunfará sobre si mesmo...”.
A Morte
Tendo recebido a noticia do falecimento de seu pai, Luis teve que ir a Castiglione para resolver a discórdia surgida entre seu irmão Rodolfo e o tio por causa da herança e de terras. Graças a sua intervenção as duas partes entraram em acordo e fizeram as pazes.
Ao voltar a Roma, no entanto, teve que enfrentar a situação difícil que a população estava vivendo. Era o ano de 1591, e uma terrível epidemia espalhou-se pela cidade vitimando centenas de pessoas. Luís empregava seu tempo para tratar os doentes, visitando-os nas casas e ajudando-os a chegarem aos hospitais.
Seu zelo era incomparável e incansável era em querer salvar a todos, tanto das enfermidades do corpo como da alma. Luis Gonzaga era um exemplo edificante para todos, superiores, colegas, parentes, amigos e principalmente para o povo sofrido e marginalizado da época.
Carregava os doentes nas costas, apesar de seu corpo magro e frágil. Acabou sendo vitimado do contágio da epidemia e ao adoecer teve o carinho e o cuidado dos irmãos Jesuítas, que se revezavam em atendê-lo, pois para todos o jovem Luis era um santo já em vida.
Luis Gonzaga faleceu santamente no dia 21 de junho de 1591, com apenas 23 anos de idade. Seu exemplo e testemunho marcaram gerações de jovens; e no ano de 1926, o Papa Pio XI o proclamou “Celeste Patrono da Juventude”.
Oremos:
São Luis Gonzaga, que vivestes um amor tão intenso a Deus e um amor tão dedicado ao próximo, que não vos importastes de carregar os doentes encontrados pelo caminho, ajudai-nos a viver nossa vocação!
Vossa pureza seja estímulo para que os jovens, mergulhados num mundo de violência e de malícia, possam se manter afastados dos vícios e saibam valorizar a juventude como tempo privilegiado da vida.
Animai-nos sempre com vosso exemplo e com vossa intercessão!
Amém!


ESCUTE ESTA RÁDIO!


terça-feira, 20 de junho de 2017

CAPÍTULO IV DO CUIDADO DE NOSSA PARTE NECESSÁRIO PARA SUBIRMOS PELA GRAÇA AOS CUMES DA PERFEIÇÃO CRISTÃ-CAPÍTULO IV-LIVRO IMITAÇÃO DE MARIA




CAPÍTULO IV
DO CUIDADO DE NOSSA PARTE NECESSÁRIO PARA SUBIRMOS PELA GRAÇA AOS CUMES DA PERFEIÇÃO CRISTÃ

O SERVO - Recebestes, ó Santa Virgem, a plenitude da graça desde o primeiro momento de vossa Conceição. Mas não vos destes por satisfeita, fruindo em paz tamanho benefício. Ao contrário, toda a vossa vida foi dedicada, cuidadosamente, a disso tirardes o melhor proveito. E a graça, que sempre progride onde esforços encontra, mais vos enriquecia a alma de graças, dia a dia.
Terra bem cultivada éreis vós, na qual a mínima semente ao cêntuplo frutificava. Posto que nascida em perfeita santidade, esta não vos era todavia natural. Mas em natural a tornastes com os vossos trabalhos e atenções:
Maria "deu ramos corno a palmeira, por todos os lados os estendeu; e são ramos de honra e de graças' (Eclo 24,18-22).

MARIA - Meu filho, se em ti queres aumentar a graça que te fez amigo de Deus, filho de Deus, templo do Espírito Santo, irmão e co-herdeiro de Jesus, foge ao mundo, ama a oração, frequenta os sacramentos, entrega-te à prática das virtudes que são próprias do teu estado. Um meio para fazeres crescer em ti a graça santificante e habitual é a tua fidelidade aos movimentos da graça atual. Escuta a voz que interiormente te fala. Deixa-te conduzir pelas suas impressões. Tanto mais ela instrui quanto mais a alma a escuta.
A cada progresso que se faça, novos e maiores ela ensina. Após caminharem algum tempo o caminho da virtude, muitos descansam, contentes pela caminhada que fizeram. Nunca, porém, a graça afirma: Basta!
Outros imaginam que não ser mau já é muito fazer. Também não basta. Quem já é bom, trabalhe ainda para ser melhor.
Quantos cristãos veremos perturbados no dia do juízo, por se verem carregados de dívidas para com a justiça divina, porque não se valeram dos meios postos ao seu alcance e mercê dos quais grandes santos teriam sido!
No caminho estreito da virtude, não avançar é recuar; não aproveitar é perder.
Quando alguém marca limites no serviço de Deus, também Deus limita os benefícios que concede.
Mas, quanto menos tomares nota no coração do que para Ele fizeres, mais liberal e magnânimo será para contigo, a começar desta vida.
Mais insignificantes que sejam os bens que possuas deste mundo, sempre será bastante o que tiveres. Dos da graça, porém, nunca será em demasia o que possuíres. O Servo que tenha em descaso os bens que o Mestre lhe confiou será castigado.
Desperta, portanto, meu filho, da tua letargia' que se te pode tornar mortal. Trabalha por recuperar o tempo perdido.
Nem digas mais que te contentas com o último lugar "na casa do Pai celestial" (Jo 14,2). Se assim falas, assim te arriscas a não alcançar nenhum.

O Servo — Ó Zelosa e poderosa protetora, ó Maria, auxiliai-me em suportar uma vida que Deus me deu só para que o sirva e ame. Ajudai--me a merecer uma gloria que não posso alcançar, como o auxilio da graça, se me não valho também das minhas boas obras, as quais serão medidas pela extensão do fervor com que as houver praticado.

1 Letargia: Condição intensa e demorada de inconsciência que, se assemelhando ao sono profundo, faz com que a pessoa seja despertada, mas ela volta a sua mesma condição de inconsciência logo após. (N. do R.)



segunda-feira, 19 de junho de 2017

DO CUIDADO QUE NOS CABE TER POR CONSERVAR A GRAÇA SANIFICANTE -CAPÍTULO 11-LIVRO IMITAÇÃO DE MARIA




CAPÍTULO 11
LIVRO IMITAÇÃO DE MARIA

DO CUIDADO QUE NOS CABE TER POR CONSERVAR A GRAÇA SANIFICANTE

Maria, concebida na graça de Deus, sem mancha de pecado, sem inclinação para o pecado, não havia razão para temer, como nós outros, alguma queda no pecado. Dir-se-ia, entretanto, ao lhe examinarmos a vida que, tanto quanto nós, tinha ela do que temer, talvez mais dó que nós. Ela velava sobre o coração constantemente, como se as criaturas pudessem usurpar as feições suas. Ela velava sobre todas as palavras, qual se desconfiasse de seus próprios lábios. Concebida com todos os privilégios da inocência, quis viver sempre na penitência.
Quanto a nós, não obstante os inimigos enganadores e mentirosos que nos cercam, que só procuram aproveitar-se de nossa fraqueza natural, nada tememos, nada velamos. Confessamos ser a própria fraqueza, mas nos expomos muitas vezes às ocasiões que aos mais fortes fizeram sucumbir. Não é verdade que a fraqueza arrogante merece perder a força que a sustém?
Conduzimos o tesouro da graça em um fragílimo vaso (2Cor 4,7), o qual facilmente se quebra, e quando menos o esperamos.
Quantos inimigos procuram roubar-nos tal tesouro! Há dentro de nós, fora de nós e ao redor de nós! Dentro de nós são as paixões não mortificadas; fora, os espíritos das trevas; em derredor de nós, um mundo pervertido. São semelhantes as nossas paixões a chamas mal extintas: podem reacender-se ainda e provocar incêndios.
Ainda que houvermos "até o terceiro céu" ascendido, como São Paulo, temamos ser precipitados com o Anjo rebelde à profundeza dos abismos.
É em vão que nos capacitamos da sinceridade de nossos sentimentos, do fervor de nossas resoluções. Basta uma ocasião infeliz para que nos percamos. Bastou um olhar para arrancar a Davi a amizade de Deus. Uma Dalila bastou para vencer um Sansão.
Viram-se as colunas dos mais santos desertos deslocadas, após lutas, durante anos a fio, contra as mais violentas tempestades.
Nos caminhos da virtude, nunca um dia se iguala a outro dia, e, por falta de fidelidade, uma alma pode ser objeto de execração depois de o haver sido de favores divinos. Quem quer que conte demasiado nas resoluções passadas, ao ponto de não velar sobre si mesmo, não demorará em cair no erro.
Análogo é este a quem se arrojasse em tempestuoso mar cheio de escolhos sem as devidas e necessárias precauções. Logo se arriscaria ao mais funesto naufrágio.
É duro, decerto, passar alguém sua vida a velar incessantemente sobre as suas inclinações, a fim de as combater; mas ninguém se fez santo sem vigilância e sem luta.
Meu Deus, penetrai de vosso temor as minhas carnes (Sl 118,120). O temor servir-me-á por me fazer vigilante; e minha vigilância, por que eu obtenha a ventura de sair vitorioso de todos os combates.
Fazei que eu compreenda perfeitamente que esta graça, a qual nos torna vossos amigos e filhos, representa o único bem merecedor dos meus cuidados e cuja perda mereceria todos os meus lamentos.
Feliz serei se jamais perder este preciosíssimo tesouro! Dar-me-ei por pago de todas as tristezas desta vida, ao mesmo tempo em que terei adquirido muitas riquezas para a outra.

Feliz, infinitamente feliz se com fidelidade me conduzo, na resolução em que estou de suportar todo o mal desta vida, antes que me expor a perder tal tesouro! Se a este souber conservar, em minh 'alma, Senhor, residireis; possui-la-eis com a vossa presença: iluminá-la-eis com a vossa Sabedoria. sustentá-la-eis com o vosso Poder; sereis Vós, Senhor, sua própria recompensa no tempo e na eternidade.




ESCUTE ESTA RÁDIO!


JACAREÍ,18.06.2017-MENSAGEM DE NOSSA SENHORA E SANTA BERNADETTE SOUBIROUS-AO VIDENTE MARCOS TADEU-NAS APARIÇÕES DE JACAREÍ SP BRASIL

VÍDEO DA APARIÇÃO:
https://www.youtube.com/watch?v=zQI_zI4cvv4

VÍDEO DA PALESTRA SOBRE AS APARIÇÕES DE GARABANDAL:
https://www.youtube.com/watch?v=2ugNIftTgYk











JACAREÍ, 18 DE JUNHO DE 2017
56º ANIVERSÁRIO DAS APARIÇÕES DE GARABANDAL-ESPANHA
MENSAGEM DE NOSSA SENHORA E MENSAGEM PARTICULAR DE 
 SANTA BERNADETTE SOUBIROUS AO PREDILETÍSSIMO CARLOS TADEU
COMUNICADAS AO AO VIDENTE MARCOS TADEU TEIXEIRA
 NAS APARIÇÕES DE JACAREÍ



(Maria Santíssima): “Queridos filhos, hoje, quando vocês comemoram aqui a Primeira Aparição de Garabandal Eu venho para dizer a vocês: Sou a Senhora do Carmo de Garabandal.
Vim em Garabandal para pedir penitência, conversão e a volta para Deus. Convertam-se e voltem para o Deus de Amor pelo amor!
Voltem ao Deus de Amor pelo amor, procurando amar a Deus todos os dias com o coração puro, com orações de amor, com obras de amor, com sacrifícios de amor e dedicando a vida de vocês a Deus com amor.
Voltem ao Deus de Amor pelo amor, renunciando às coisas mundanas, à vontade de vocês para fazer a vontade de Deus e dizer todos os dias como São Geraldo: Quero o que Deus quer e não quero o que Deus não quer. E aqui se faz a vontade de Deus como Ele quer, quando quer e até quando Ele quiser.
Voltem ao Deus de Amor pelo amor, procurando verdadeiramente amar a Deus com todas as forças de vocês, dando a Ele um amor puro, sem mistura de interesses e do “eu” de vocês para que verdadeiramente Deus possa sentir o amor de vocês e assim alegrar-se, contentar-se e satisfazer-se em vocês. 
Voltem ao Deus de Amor pelo amor, fazendo tudo com amor por Deus, procurando unicamente dar prazer a Ele e fazer a Sua santa vontade. Assim, verdadeiramente, vocês voltarão a Deus pelo o amor e então, vivendo no amor vocês viverão em Deus e Deus viverá em vocês, pois o amor é Deus e Ele procura tão somente as almas que tem amor por Ele para com elas unir-se e nelas viver e reinar.
Quero que rezem o Rosário todos os dias e que trabalhem para dar a conhecer aos Meus filhos do mundo inteiro as Minhas Aparições em Garabandal. Enquanto o Meu filho Marcos não faz o filme dele sobre a Minha Aparição em Garabandal, que Eu espero com grande ansiedade e alegria. Pois sei que ficará maravilhoso e que tirará muitas espadas de dor do Meu Coração, quero que vocês divulguem este que ele hoje aqui apresentou a vocês.
Ele levará as Minhas Mensagens aos Meus filhos, e também deem a eles os CDs com a história de Garabandal que Meu filho Marcos gravou e fez para vocês. Nesses discos há grande luz, há grande graça que poderá salvar muitos dos Meus filhos. Vão e levem a eles esta luz!
Deem este filme de Garabandal para 10 pessoas e também os discos de Garabandal para 5 pessoas cada um.
Assim, vocês verdadeiramente estarão fazendo algo efetivo, eficaz e verdadeiramente poderoso para tornar Minha Mensagem de Garabandal mais conhecida por todos os Meus filhos.
Continuem rezando o Meu Rosário todos os dias, porque por meio dele sempre mais farei vocês voltarem ao Deus de Amor pelo amor.
Convertam-se rápido e trabalhem incansavelmente para converter os Meus filhos, porque o tempo urge e acaba rápido e em breve tudo o que Eu profetizei em Garabandal vai acontecer. O Aviso está muito próximo, o Castigo será terrível Meus filhos!
Muitas pessoas preferirão ser queimadas vivas, ter os seus corpos queimados vivos do que passarem pelo aviso. Será terrível ver a própria vida com os olhos de Deus nas chamas abrasadoras da verdade do Espírito Santo.
O olhar de Deus examinando a alma de cada um e mostrando a cada um os seus pecados será tão terrível que muitos morrerão de pavor.
Sim, e perto do Grande Castigo os homens andarão com o rosto amarelado pelas ruas, tristes como se estivessem prestes a morrer. Como se fossem um doente que já sabe que está condenado à morte, que não tem cura e só espera pacientemente pela chegada da morte.
Ao ouvirem os terremotos em várias partes, ao escutarem o bramido do mar, ao ouvirem e verem coisas espantosas no Céu, sinais de que o grande Castigo está próximo e que a volta do Meu filho é eminente os homens andarão com o rosto amarelado e macilento, batendo no peito e chorando desesperados, batendo as cabeças pelos muros e amaldiçoando a sua vida sem Deus.
Quererão voltar-se para Deus, mas já é tarde, não encontrarão ninguém que os guie, que os instrua e oriente, porque no tempo em que Eu podia orientá-los e que Eu estava aqui para guia-los não quiseram ser conduzidos por Mim. Não quiseram ser orientados e formados por Mim. Então naquela hora Deus os abandonará às suas trevas, ao seu desespero e será terrível Meus filhos, terrível!
Muitos verão mesmo os demônios vindo ao seu encontro para agarrá-los, será horrível! Eles gritarão, mas não haverá mais ninguém para ajuda-los.
Não sejam do número desses infelizes, convertam-se sem demora agora, para que então, vocês possam verdadeiramente estar santos e perfeitos na presença de Deus quando ele vier com o Seu Espírito Santo para examinar e purificar a Terra inteira.
Rezem, rezem muito o Meu Rosário, pois quem o rezar sempre vai desejar as virtudes, sempre vai alcança-las, sempre terá força de praticá-las. E ao praticar as virtudes terá a pureza e a inocência necessárias para escapar de todos esses Castigos.
Continuem vindo aqui para que Eu possa prosseguir a conversão de vocês. Continuem ajudando o Meu filhinho Marcos nas obras do Meu Santuário, pois ajuda-lo é ajudar a Mim mesma e ao Meu filho Jesus que Me enviou.
Continuem ajudando o Meu filho Marcos a tornar conhecida e ouvida a Minha rádio, pois escutá-la é escutar a Mim mesma e escutar ao Senhor que aqui Me enviou para salvar todos os Nossos filhos.
A todos Eu abençoo com amor e especialmente a você Marcos, Meu apóstolo de Garabandal que há tantos anos torna conhecida as Minhas Mensagens.
Abençoo os Meus filhos prediletos e também o Meu filho prediletíssimo Carlos Tadeu, a quem dei a grande graça de ser pai do Vidente mais obediente e dedicado a Mim, do filho que Eu mais amo, o filho das Minhas profecias, por meio do qual todas as Minhas Mensagens e Segredos se cumprirão e o Meu Coração triunfará!
A você Meu filho Carlos Tadeu, a quem dei a graça de ser pai do filho mais amado do Meu Coração e de ser unido a ele nesta grandiosa obra de salvação da humanidade, Eu abençoo com Amor de Fátima, de Garabandal e de Jacareí.”





(Santa Bernadette): “Amado irmão Carlos Tadeu, hoje, Eu Bernadette venho mais uma vez para te abençoar e para te dizer:
Amado irmão Meu estou com você em todos os momentos e nunca te deixo, nunca te abandono. Tomo a tua mão e te guio sempre mais pelo caminho da perfeição todos os dias.
Vai em frente amado irmão Meu e nunca olhe atrás para nada, segue em frente o caminho que a Mãe de Deus te indicou prosseguindo impertérrito juntamente com o teu filho Marcos, o Nosso benjamim do Céu no caminho da perfeição e da santidade.
Desejo que você no próximo mês de julho propague mais o Terço das Lágrimas de Sangue, para que mais e mais almas possam conhecer esse rico tesouro que são as Lágrimas da Mãe de Deus. Você deve dar a eles o Terço das Lágrimas, deve ensinar mais almas a rezar, deve dar os Terços Meditados das Lágrimas, o nº 22 para todas as pessoas. Você deve distribuir nos próprios cenáculos que você faz.
Por isso, você deve dar 50 desses terços lá e dizer para que as pessoas juntem os seus vizinhos e rezem, formando assim pequenos grupos de oração para serem a base e o apoio forte espiritual dos grandes cenáculos que você faz.
Assim, o exército da Mãe de Deus na sua cidade ficará cada vez mais forte e o inimigo não poderá atrapalhar a obra da Senhora lá, porque as bases estarão fortemente guarnecidas e protegidas.
Desejo também que você no próximo mês dê a todos os Meus irmãos o Filme Lourdes 4, que o Nosso amadíssimo Marcos fez. Para que então, todos conheçam as maravilhas da Mãe de Deus em Lourdes e creiam firmemente que Ela é a medianeira de todas as graças, que Ela é a saúde dos enfermos, a consoladora dos aflitos e a Rainha do Céu e da Terra que reina sobre o Coração de Jesus como Ela disse aqui, em Beauraing e em outros lugares.
E que tudo o que Ela deseja e pede a Jesus, Jesus atende a Ela e nada lhe nega.
Desta forma, as almas aprenderão a amar, respeitar e confiar mais na Mãe de Deus e toda a espécie de veneno de protestantismo não conseguirá mais penetrar nos corações delas. Assim, uma forte barreira contra a apostasia se formará nas almas e o inimigo não poderá fazê-las cair nessa cilada fatal.
Desejo também, amado irmão que você leia de vez em quando nos Cenáculos um trecho do Livro Imitação de Cristo e Imitação de Maria, nem que seja por 5 minutinhos. Para que as almas possam verdadeiramente fortalecer-se e crescer sempre mais na verdadeira imitação das virtudes de Cristo, de Sua Mãe Santíssima e assim se tornem santas, perfeitas e agradáveis aos olhos do Pai.
Eu, Bernadette, te amo muito e estou contigo! Rezo por ti todos os dias e a todo o momento.
Você não pode imaginar meu querido irmão quantas graças todos os dias, quantas bênçãos derramo e alcanço para você. Sim, do Santuário de Lourdes, da Gruta de Massabielle onde sempre estou espiritualmente presente juntamente com a Imaculada, também do Meu corpo incorrupto em Nevers, envio grandes bênçãos para você todos os dias. Por isso, não deve temer nada, estou sempre ao seu lado e nunca te deixarei.
Às vezes Deus permite que alguns espinhos te machuquem, firam o seu coração, mas mesmo disso Ele tira um bem maior. Porque assim você irá se desapegando cada vez mais do mundo e de suas criaturas para finalmente unir-se sempre e melhor à Imaculada, que te olhou com um amor muito maior do que a bilhões de homens e te concedeu, te deu graças muito mais abundantes que a muitos reinos e gerações inteiras do passado.
Sim, Ela te amou com um amor de preferência, por isso ama aquela que te preferiu, prefere aquela que te preferiu com um amor maior. Prefere aquela que te preferiu e que te escolheu com tanto amor para ser o filho prediletíssimo Dela, seu capitão do seu exército na tua Terra e para através de você mostrar aos filhos Dela as Suas maravilhas, o Seu Amor e a Sua graça maternal.
Prefere aquela que te preferiu e que te deu a grande graça de ser o pai do vidente mais obediente, dedicado e amado Dela, que com a Sua vida terminará todos os Planos Dela começados em Salette.
E finalmente, levará todas as almas ao perfeito amor ao Coração Dela, que possibilitará ao Coração Dela finalmente irradiar a Sua Chama Mística de Amor. E assim, transformar o mundo todo no Seu Reino de Amor e fazer triunfar finalmente Seu Coração Imaculado e o Sagrado Coração de Jesus.
Prefere aquela que te preferiu, escrevendo o Seu nome no Imaculado Coração Dela, no Manto Dela, no Livro da Vida e te dando tantas e tantas graças de Seu Coração.
Prefere aquela que te preferiu e não hesite nunca em sofrer tudo por Ela, em fazer tudo por Ela e perder tudo por Ela. Pois aqueles que perdem algo por Ela nessa vida, aqueles que perdem a sua vida por Jesus e por Ela aqui hão de ganhá-la na vida eterna.
Prefere aquela que te preferiu colocando-a sempre em primeiro lugar no seu coração e na sua vida e vivendo sempre mais no verdadeiro e perfeito amor a Ela. Prefere aquela que te preferiu e todos os dias eleve a Ela o hino do verdadeiro amor, pois verdadeiramente Ela te preferiu há milhões de homens e verdadeiramente deu a você a confiança, o carinho, o amor, a predileção do Coração Dela como raras vezes Ela fez na história da humanidade.
Por isso amado irmão, que o seu coração seja sempre repleto de alegria e nunca deixe que a tristeza domine seu coração, porque verdadeiramente, você tem um grande galardão no Céu te esperando e as suas coroas de vida eterna serão verdadeiramente gloriosas e luminosas.
Os seus pais mandam-lhe abraços e mandam-Me dizer que estão felizes com você, estão orgulhosos de você e querem que você continue servindo a Imaculada. Pois cada Cenáculo que você faz, cada obra de amor que você faz por Ela aumenta o gozo acidental deles aqui no Céu e eles rezam sem cessar por você junto do Trono da Imaculada e do Trono do Senhor.
Eu estou sempre com você, quero que nos cenáculos que você faz de vez em quando você leve a Minha Imagem que o Nosso amadíssimo Marcos, o seu filho, mandou vir para você de Lourdes.
Desejo que os Meus irmãos Me conheçam, Me amem e Me imitem mais. Pois imitando Minha obediência corajosa à Nossa Senhora saberão sempre mais preferi-la a todas as coisas e nunca, nunca trairão o amor Dela como Eu mesma nunca fiz.
Por isso, amado irmão, Eu que Sou modelo de obediência e fidelidade à Mãe de Deus vou formar nos seus cenáculos almas fortes, que irão ser fiéis à Nossa Rainha Santíssima até o fim. E então, verdadeiramente a tua cidade será, o seu cenáculo será uma extensão da fortaleza invencível de amor e de oração, de fé que é este santuário.
E você um dia será coroado juntamente com o seu filho como o cavaleiro da Imaculada e como capitão dos exércitos da Mulher vestida de Sol.
Continua rezando o Rosário todos os dias, porque através dele vou sempre mais agir e fazer prodígios por meio de você.
Reze o Meu Terço todos os dias se puder ou se não puder pelo menos uma vez por semana. Porque Eu desejo Meu querido irmão por meio dele sempre mais te fazer subir à grande santidade.
Quero que você leia o capítulo nº 3 do Terceiro Tomo da Mística Cidade de Deus, ali a Mãe de Deus também tem luzes para você.
E que você leia também o Livro nº 14 das Mensagens daqui de Jacareí, ali você também entenderá melhor quem é o seu filho e o pai que você deve ser para alguém que verdadeiramente venceu o demônio e tem vencido o inimigo nas vidas de tantos dos filhos da Mãe de Deus.
Eu te abençoo com Amor de Lourdes, de Nevers e de Jacareí.
Uma só chama de amor vivendo em dois corpos, isso é o que você deve ser amado irmão Carlos Tadeu com o seu filho Marcos. Vive de amor, seja amor!”

(Marcos): “Querida Mãezinha do Céu, a Senhora pode ter a bondade de tocar nesses Terços e quadros que fizemos para os vossos filhos?”

Até breve. Até breve Mãezinha.”


Corpo incorrupto de Santa Bernadette Soubirous, em Nevers - França.







ESCUTE ESTA RÁDIO!



AddThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...