Oct 22, 2017

AS 5 CARACTERÍSTICAS DA VERDADEIRA DEVOÇÃO à SANTÍSSIMA VIRGEM MARIA- SÃO LUÍS MARIA GRIGNION DE MONTFORT



AS 5 CARACTERÍSTICAS DA VERDADEIRA DEVOÇÃO à SANTÍSSIMA VIRGEM MARIA
(Tratado da verdadeira devoção à Santíssima Virgem Maria - São Luís Maria Grignion de Montfort)
Será que você é um(a) verdadeiro(a) devoto(a) de Nossa Senhora?
Um ensinamento muito atual de São Luís Maria Grignion de Montfort, um dos grandes devotos da Santíssima Virgem:

* * *
Depois de termos posto a descoberto e condenado as falsas devoções à Santíssima Virgem, é necessário estabelecer em poucas palavras a verdadeira, que é:

1. Interior;
2. Terna;
3. Santa;
4. Constante;
5. Desinteressada.

1. A Verdadeira Devoção é Interior
A Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem é, em primeiro lugar, interior, quer dizer, parte do espírito e do coração; provém da estima que se tem à Santíssima Virgem, da alta ideia que se forma das suas grandezas e do amor que se lhe consagra.

2. A Verdadeira Devoção é Terna
Em segundo lugar, é terna, isto é, cheia de confiança na Virgem Santíssima, como é a dum filho na sua boa mãe. Faz com que uma alma recorra a Maria em todas as necessidades do corpo e do espírito, com muita simplicidade, confiança e ternura. A alma implora o auxílio desta terna Mãe em todo o tempo, lugar e circunstância: nas dúvidas, para ser esclarecida; nos desvios, para ser reencaminhada; nas tentações, para ser sustentada; nas fraquezas, para ser fortificada; nas quedas, para ser reerguida; nos desânimos, para ser encorajada; nos escrúpulos, para ser livre deles; nas cruzes, trabalhos e revezes da vida, para ser consolada. Numa palavra, em todos os males físicos ou espirituais, Maria é o seu socorro habitual, não receando ela importunar esta boa Mãe, nem desagradar a Jesus Cristo.

3. A Verdadeira Devoção é Santa
A Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem é Santa, isto é, leva a alma a evitar o pecado e a imitar as virtudes de Maria, particularmente a sua profunda humildade, a sua fé viva, a sua obediência cega, a sua contínua oração, a sua mortificação universal, a sua pureza divina, a sua ardente caridade, a sua paciência heroica, a sua doçura angélica e a sua sabedoria divina. Estas são as dez principais virtudes da Santíssima Virgem.

4. A Verdadeira Devoção é Constante
Em quarto lugar, a Devoção Verdadeira é constante. Fortalece a alma no bem, levando-a a não abandonar com facilidade os seus exercícios de devoção. Torna-a corajosa em opor-se ao mundo com as suas modas e máximas; à carne com seus aborrecimentos e paixões; e ao demônio com suas tentações. De modo que uma pessoa verdadeiramente devota da Santíssima Virgem não é volúvel, melancólica, escrupulosa nem receosa. Não quer isto dizer que não caia, ou que não mude algumas vezes na sensibilidade da sua devoção. Mas se cai, estende a mão à sua boa Mãe e levanta-se. Se perde o gosto e a devoção sensível, não se perturba, porque o justo e fiel servo de Maria vive da fé em Jesus e Maria, e não dos sentimentos do corpo (Hb 10, 38). Essa Devoção faz com que a alma recorra à Santíssima Virgem em todas as suas necessidades, corporais e espirituais, com muita simplicidade, confiança e ternura, e peça ajuda a Ela como à sua Verdadeira e Boa Mãe.

5. A Verdadeira Devoção é Desinteressada
Finalmente, a Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem é desinteressada, pois inspira à alma que não se busque a si mesma, mas só a Deus em sua Santa Mãe. O verdadeiro devoto de Maria não serve esta augusta Rainha por espírito de lucro ou de interesse, mas unicamente porque Ela merece ser servida, e Deus n’Ela. Não ama Maria propriamente porque recebe ou espera d’Ela algum bem, mas sim porque Ela é amável. É por isso que a ama e serve tão fielmente nos desgostos e securas como nas doçuras e no fervor sensível. Ama-a tanto no Calvário como nas bodas de Caná. Oh! Como é agradável e preciosa aos olhos de Deus e de sua Santa Mãe uma tal alma, que não se busca a si mesma nos serviços que lhe presta! Mas como é raro encontrá-la presentemente! Foi com o intuito de que não seja tão rara que peguei na pena e escrevi o que tenho ensinado com fruto, em público e em particular, nas minhas missões, durante muitos anos.